Fema é selecionada no Projeto Rondon

Apenas 28 Instituições de Ensino Superior foram selecionadas para a Operação “Portal Amazônia”

Na última sexta-feira, 28, o Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, divulgou as Instituições de Ensino Superior (IES) selecionadas para participar das operações em 2014. A Fundação Educacional do Município de Assis – Fema foi uma das contempladas configurando no cenário nacional junto de instituições educacionais tradicionais e de renome.

A Coordenação-Geral do  divulgou a relação das Instituições de Ensino Superior (IES) selecionadas para participar das Operações “Velho Monge” e “Portal Amazônia”, que ocorrerão nos meses de janeiro e fevereiro de 2014, nos Estados do Piauí, Maranhão e Tocantins. A Fema designada por meio do Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis – Imesa foi selecionada para atuar na Operação “Portal da Amazônia” que será desenvolvida em 17 municípios dos Estados do Maranhão e Tocantins, entre os dias 25 de janeiro e 10 de fevereiro de 2014, tendo como Centro Regional a cidade de Imperatriz/MA.

Profª Drª Elizete enfatizou a importância do Projeto e sua contribuição na formação de alunos com comprometimento social e humanitário

Segundo a vice-diretora da Fema e Imesa Profª Drª Elizete Mello da Silva universidades brasileiras são selecionadas pelo Projeto Rondon para participar de operações que tem como objetivo levar a municípios distantes, carentes de infraestrutura e que necessitam de apoio em áreas diversas, como educação, saúde, tecnológica; para colaborar na promoção destes tipos de serviços as populações desses locais. “É um Projeto vinculado ao Ministério da Defesa que abre inscrições para que Instituições de Ensino Superior de todo o país contribuam com ações humanitárias em regiões de dificuldade econômica e sociais. Estamos orgulhosos, pois na Operação “Portal da Amazônia”, para a qual a Fema foi selecionada, apenas 28 Instituições foram escolhidas, entre elas aquelas de porte Federal, Estadual e tradicionais universidades públicas; e neste cenário a Fema marcou seu espaço, demonstrando que a Fundação vem amadurecendo e ganhando reconhecimento nacional ao seu comprometimento acadêmico e qualidade de ensino”.

Para a Profª Drª Elizete a participação de alunos da Fema no Projeto de renome nacional e de tamanha relevância humanitária e social é fundamental aos objetivos da Fundação “Nossas atividades enquanto docentes e dirigentes não fica restrita a sala de aula, além do Projeto Rondon a Fema incentiva a participação da Instituição e dos alunos em outros Programas, que contribuem na qualificação integral dos nossos alunos, não se restringindo a sua formação intelectual ou acadêmica, mas também a formação como cidadão.

O Projeto Rondon tem esta natureza, de formar alunos que tenham um compromisso com a sociedade, formar alunos que tenham uma visão humanitária e isso acaba sendo uma experiência e referencia muito grande, não só para a instituição em si, mas para os alunos que poderão contribuir com seus conhecimentos, exercitando a ética e a cidadania. Teremos a missão de ir a locais esquecidos para resgatar a qualidade de vidas destas comunidades e isso promove um aprendizado e amadurecimento profissional e pessoal muito importante” concluiu Elizete.

Entre os objetivos do Projeto Rondon estão contribuir para a formação do universitário como cidadão, integrar o universitário ao processo de desenvolvimento nacional, por meio de ações participativas sobre a realidade do País, consolidar no universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, estimular no universitário a produção de projetos coletivos locais, em parceria com as comunidades assistidas. O Rondon é mais que um projeto educacional e social, é uma poderosa ferramenta de transformação social, na medida em que conscientiza jovens que terão nas mãos o destino deste país e da importância do seu papel de protagonista na busca de uma sociedade mais justa.

Os rondonistas da Fema participarão da Operação “Portal Amazônia” e terão como missão contribuir em ações de Comunicação, Meio Ambiente, Trabalho e Tecnologia e Produção. Esta será a segunda vez em que a Fema é selecionada para participar do Projeto Rondon. Em 2010, alunos da Fema estiveram em nas cidades de Paraúna (Goiás) e em Miracema do Tocantins (Tocantins).

PROJETO RONDON
coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população. Realizado em parceria com diversos Ministérios, tem o apoio das Forças Armadas, que proporcionam o suporte logístico e a segurança necessários às operações. E conta, ainda, com a colaboração dos Governos Estaduais, das Prefeituras Municipais e de empresas socialmente responsáveis.

A seleção das instituições foi divulgada pelo Projeto Rondon na última sexta-feira

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA