Fiscalização acha alimentos vencidos e falhas na merenda de escolas

Ação apontou irregularidades na merenda de varias escolas da região.
Assis foi uma das 22 cidades do Centro-Oeste Paulista que foi fiscalizada.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) fiscalizou a qualidade das merendas oferecidas em escolas públicas de 22 cidades do Centro-Oeste Paulista. Da região, foram vistoriadas escolas das cidades de Alvinlândia, Assis, Avaí, Bocaina, Duartina, Garça, Getulina, Igaraçu do Tietê, Itaju, Jaú, Lençóis Paulista, Lucianópolis, Lupércio, Macatuba, Marília, Ocauçu, Ourinhos, Paraguaçu Paulista, Presidente Alves, Santa Cruz do Rio Pardo, São Manuel e Ubirajara.

Animais foram flagrados na cozinha e refeitório de escola em Borebi (Foto: TCE Regional /Divulgação
Animais foram flagrados na cozinha e refeitório de escola em Borebi (Foto: TCE Regional /Divulgação

Em Borebi, a cozinha da Escola Estadual Professora Iracema Leite de Silva estava suja e animais foram vistos no local. Além disso, não tem prateleiras para armazenamento dos alimentos, eles ficam em caixas no chão e o telhado tem infiltração. A Diretoria Regional de Ensino informou, em nota, que não teve acesso ao relatório de visitas do Tribunal de Contas. Ainda segundo a diretoria, em breve será feita a reforma do telhado e a instalação de prateleiras.

Durante a preparação dos alimentos, as merendeiras, em sua maioria, não fazia uso de toucas, aventais e luvas. Já as unidades educacionais não possuíam alvarás. De todas as vistorias na região de Bauru e Marília, a Emei Maria Cecília Ribeiro, em Presidente Alves apresentou alimentos vencidos e a cozinha não estava dentro dos padrões de higiene. Em nota, o prefeito da cidade informou que as irregularidades serão apuradas e as providências necessárias serão tomadas.

Em Borebi, a cozinha da Escola Estadual Professora Iracema Leite de Silva estava suja e animais foram vistos no local. Além disso, não tem prateleiras para armazenamento dos alimentos, eles ficam em caixas no chão e o telhado tem infiltração. A Diretoria Regional de Ensino informou, em nota, que não teve acesso ao relatório de visitas do Tribunal de Contas. Ainda segundo a diretoria, em breve será feita a reforma do telhado e a instalação de prateleiras.

A Escola Estadual Fernando Valézi, em Macatuba, apresentou alimentos vencidos e ausência de cardápio controlado. Em nota, a prefeitura da cidade afirmou que não recebeu nenhuma notificação do TCE indicando qualquer tipo de irregularidade nas merendas. Já em Avaí, a Emef Professora Elza de Oliveira Antônio não possui câmara fria para a refrigeração dos alimentos e dedetização desatualizada. A prefeitura de Avaí não se manifestou sobre o assunto.

Alimento não possui refrigeração adequada em Presidente Alves (Foto: TCE Regional Bauru/Divulgação)
Alimento não possui refrigeração adequada em Presidente Alves (Foto: TCE Regional Bauru/Divulgação)
Alimentos vencidos foram flagrados em escola de Macatuba (Foto: TCE Regional Bauru/Divulgação)
Alimentos vencidos foram flagrados em escola de Macatuba (Foto: TCE Regional Bauru/Divulgação)

#MAIS LIDAS DA SEMANA