Diretoria de Ensino de Assis se solidariza com escola de Suzano

Na nota, a diretora de ensino Marlene Barchi Dib diz lamentar o fato e afirma que a ‘tristeza também é nossa’.

A Diretoria de Ensino da Região Assis emitiu nota de solidariedade à comunidade escola ‘Raul Brasil’, de Suzano, que foi atacada por dois homens ontem de manhã, causando a morte de oito pessoas.

Na nota, a diretora de ensino Marlene Barchi Dib diz lamentar o fato e afirma que a ‘tristeza também é nossa’.

Abaixo, o texto:

“A Diretoria de Ensino da Região de Assis solidariza-se profundamente com a DER de Suzano e lamenta o ocorrido na EE. Prof. Raul Brasil. Sua tristeza também é nossa. Recebam nosso abraço afetuoso e nossas orações.

‘Mas as almas dos justos estão na mão de Deus, e nenhum tormento os tocará. Aparentemente estão mortos aos olhos dos insensatos: seu desenlace é julgado como uma desgraça. E sua morte como uma destruição, quando na verdade estão na paz! E por terem sofrido um pouco, receberão grandes bens, porque Deus, que os provou, achou-os dignos de Si.’ (Sabedoria 3, 1-3.5)”

O massacre

Ao menos oito pessoas foram mortas por dois atiradores que invadiram uma escola estadual em Suzano, na Grande São Paulo, e abriram fogo contra alunos e funcionários. Entre as vítimas estão cinco crianças e uma coordenadora, que morreram na hora.

A dupla que abriu os disparos cometeu suicídio. Duas vítimas fatais foram socorridas com vida e levadas a hospitais da região, mas não resistiram – um estudante e outra coordenadora. Há mais nove feridos que foram encaminhados aos hospitais da cidade.

O caso ocorreu na manhã desta quarta-feira (13) na escola estadual Professor Raul Brasil, na rua Otávio Miguel da Silva, por volta das 9h30. Os estudantes estavam no horário do intervalo e a informação é de que os tiros ocorreram no pátio do colégio. Ao menos 17 pessoas estão feridas e estão internadas para hospitais da região.

#MAIS LIDAS DA SEMANA