Alimentação nutritiva no Outubro Rosa!

A nutrição balanceada também é uma forma de prevenção contra o câncer.

A nutrição é uma forte aliada na prevenção do câncer, e esse tema é discutido no mês de outubro, destinado à conscientização do Câncer de Mama! Alguns pontos levantados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) e algumas dicas nutricionais devem ser levadas em consideração e evidenciadas. Confira:

1. Não é apenas um determinado alimento que pode desencadear ou “tratar” o câncer

Uma alimentação saudável auxilia na prevenção e no tratamento de câncer, dentro de um planejamento nutricional equilibrado que envolve aspectos sociais, culturais e emocionais. Recomenda-se o consumo de, no mínimo, cinco porções (400 g) por dia de vegetais, englobando frutas, legumes e verduras. Os alimentos de origem vegetal são fontes de fitoquímicos que contribuem com o equilíbrio geral do organismo, essenciais para diversas vias metabólicas. O mesmo acontece com o desenvolvimento do câncer, uma vez que um alimento isoladamente não é fator de risco, mas sim um conjunto de hábitos e estilo de vida inadequados.

2. Corantes artificiais podem favorecer a formação do câncer

Os refrigerantes, por exemplo, são compostos pela substância 4-MI (4-metil-imidazol), classificada como possivelmente cancerígena pela Agência Internacional para Pesquisa em Câncer (IARC), da Organização Mundial da Saúde (OMS). Pesquisas mostram o alto potencial de alimentos e bebidas com esse tipo de componente em promover desequilíbrios celulares e desenvolvimento de diversos tipos de câncer.

3. Inclua em sua rotina alimentar…

  • Verduras e legumes no almoço e jantar, todos os dias. Os vegetais crucíferos, como couve-flor, brócolis e repolho, podem desempenhar papel fundamental na proteção contra o câncer.
  • Frutas e sementes de chia, linhaça, gergelim… Ótimas fontes de antioxidantes naturais que combatem o estresse oxidativo gerado pelo excesso de radicais livres que aumentam o risco de desenvolvimento de
  • Grãos integrais, importantes para a modulação do funcionamento intestinal e essenciais para aumentar a absorção de componentes nutricionais.
  • Especiarias naturais: a cúrcuma ou açafrão da terra é uma fonte natural de bioativos (mais precisamente os curcuminoides) responsáveis por prevenir o desenvolvimento de tumores. Adiciona-la nas receitas e evitar os condimentos prontos e industrializados é uma ótima mudança preventiva!
  • Oleaginosas: castanhas, nozes, amêndoas, sempre são bem-vindas na nossa dieta, por conter diversos nutrientes e fitoquímicos que atuam como antioxidantes e anti-inflamatórios duas ações que minimizam a oncogênese.

Equilibrar a nossa alimentação e conscientizar-se dos exames preventivos para o câncer de mama é essencial para alcançarmos bem-estar e tratamentos mais assertivos! Previna-se!

#MAIS LIDAS DA SEMANA