Fique conectado

Estilo de vida

Como usar meu suplemento de forma variada no dia a dia?

3 receitas para você incluir na rotina compostas por suplementos!

Publicado em

112

Para quem necessita de suplementos alimentares, uma boa forma de consumi-los é variando em receitas. Vamos concordar que só tomar com água uma hora enjoa, não é verdade? Por isso, selecionei 3 receitas que você pode incluir no seu dia a dia, levando suplemento proteico na composição. Veja:

1. Mousse de chocolate crocante – Sobremesa

Ingredientes

  • 1 abacate maduro
  • 1 xícara (chá) de chocolate 70% cacau
  • 2 scoops de Whey Protein ou proteína vegetal sabor baunilha
  • Morangos
  • Castanhas de caju sem sal

Modo de preparo: amasse o abacate. Derreta o chocolate e misture com o abacate amassado. Coloque o suplemento e misture bem. Leve à geladeira por 1 hora. Sirva com morangos picados e as castanhas sem sal.

Mousse de chocolate crocante feito com abacate é a opção de sobremesa — Foto: Pixabay/Divulgação

2. Shake Energético – Café da manhã

Ingredientes

  • 1 copo de suco de laranja
  • 6 morangos
  • 1 banana
  • 1 scoop de Whey Protein ou proteína vegetal sabor chocolate
  • Gelo a gosto

Modo de preparo: bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva gelado!

3. Bolo de caneca rápido – Lanche da tarde

Ingredientes

  • 2 colheres de farelo de aveia
  • 1 ovo
  • 1 colher de mel
  • 2 colheres de leite de coco
  • 1 scoop de Whey Protein ou proteína vegetal sabor baunilha
  • Pedaços de chocolate amargo
  • 1 colher de coco ralado sem açúcar
  • 1 colher (café) de fermento em pó

Modo de preparo: em uma caneca, misture todos os ingredientes e mexa até formar uma massa homogênea. Adicione os pedaços de chocolate amargo. Leve ao forno micro-ondas por 2 a 3 minutos.

Todas as receitas podem ser preparadas sem a adição do suplemento. Essas são opções nutritivas e práticas para unir a qualidade nutricional com o prazer do sabor da receita!

Estilo de vida

Aprenda a fazer uma quiche com nome chique

Aprenda a fazer uma quiche Lorraine.

Publicado em

Do G1
Aprenda a fazer uma quiche com nome chique — Foto: Reprodução/TV TEM

O nome é de origem francesa e a receita é bem saborosa. Com poucos ingredientes, você prepara uma quiche para agradar toda a família. O modo de preparo é simples. Você não vai se arrepender.

Aprenda a fazer uma quiche com nome chique

Ingredientes para a massa:

  • 300 gramas de farinha de trigo (cerca de 2 ½ xícaras de chá);
  • 150 gramas de manteiga gelada;
  • 1 ovo;
  • 1 colher de chá de água gelada (pode variar conforme a qualidade da farinha);
  • 1 pitada de sal.
  • Ingredientes para o recheio:
  • 300 ml de creme de leite (fresco ou de caixinha);
  • 4 ovos;
  • 300 gramas de bacon (em cubinhos);
  • 150 gramas de queijo parmesão ralado grosso;
  • Pimenta-do-reino moída (a gosto).

Modo de preparo:

Coloque a farinha e uma pitada de sal em uma tigela. Acrescente a manteiga. Com as pontas dos dedos, misture até formar uma farofa. Acrescente o ovo e a água e continue misturando até desgrudar das mãos. Molde a massa em formato de bola, envolva em um saco plástico e deixe descansar por 10 minutos na geladeira.

Abra a massa com um rolo. Coloque em uma forma untada e enfarinhada. Cubra o interior do recipiente e fure a massa para evitar bolhas de ar.

Prepare o recheio. Frite o bacon. Escorra o óleo se tiver excesso de gordura. Em uma tigela, misture o creme de leite, o bacon, os ovos, o parmesão e a pimenta-do-reino. Despeje o recheio sobre a massa. Asse a 180°C por 30 minutos. Bom apetite!

Continue lendo

Estilo de vida

Como montar uma refeição com alimentos vegetais?

Veja quais alimentos incluir na sua refeição vegetariana.

Publicado em

Do G1
Não é necessário ser vegetariano para incluir mais fontes vegetais na dieta — Foto: Pixabay/Divulgação

O assunto esta semana é sobre proteínas vegetais e como aumentar seu consumo no dia a dia. Não é necessário você ser vegetariano para incluir mais fontes vegetais na sua dieta, até mesmo substituindo a carne em algumas situações. Afinal, diferentes grãos podem contribuir com a oferta de proteínas e quantidades suficientes de aminoácidos, desde que sejam balanceados nas refeições.

Diante disso, hoje eu trouxe uma combinação de preparações que podem compor o seu cardápio e ainda contribuir com escolhas saudáveis e vegetarianas. Veja:

1. Almôndegas de feijão com beterraba + creme de mandioquinha ou espinafre com ervas e azeite de oliva.

2. Arroz negro com feijão carioca + abóbora assada + cogumelos variados grelhados.

3. Enroladinho de berinjela com recheio de queijos e molho de tomate.

4. Macarrão de arroz com shimeji e legumes assados.

5. Bobó de banana da terra.

6. Espaguete de abobrinha com creme de cogumelos (shitake, shimeji).

Todas as combinações possuem alta densidade de micronutrientes, fiquímicos, fibras e muito sabor advindo da natureza! Os cogumelos, em especial, possuem beta-glucanas que são fibras atuantes na modulação do intestino, facilitando a absorção de nutrientes! Além disso, as beta-glucanas atuam:

  • Redução dos níveis de colesterol
  • Proteção antioxidante
  • Estímulo do sistema imunológico
  • Regulação do apetite

Vamos incluir esse alimento nutritivo na rotina com mais frequência! Aproveite as dicas de pratos que eu mencionei!

Continue lendo

Estilo de vida

Proteínas vegetais: Quais alimentos podem contribuir com seu aporte adequado?

Conheça as proteínas de origem vegetal mais utilizadas atualmente e como incluir na alimentação.

Publicado em

Do G1

Proteínas vegetais ganham espaço na rotina alimentar e apresentam alta qualidade nutritiva — Foto: Unsplash/Divulgação

As proteínas vegetais vêm ganhando espaço na dieta das pessoas, e não apenas aquelas adeptas ao vegetarianismo. O seu consumo aumentou, principalmente por meio de alimentos de origem vegetal que já faziam parte da rotina alimentar da maioria dos brasileiros.

Através de um plano alimentar adequado, é possível garantir todos os aminoácidos essenciais com a combinação de alimentos vegetais que contenham boa proporção de proteína. Os grãos, especificamente cereais e leguminosas, sãos as maiores fontes proteicas e que devem fazer parte do plano alimentar. Além do tradicional arroz com feijão, lentilha, grão de bico, conheça algumas opções para se atentar na hora de ir ao mercado e variar o cardápio vegetal:

Quinua

Considerada um pseudoceral, a quinua é rica em aminoácidos sulfurados e no aminoácido lisina, em uma concentração de aproximadamente 84 mg, sendo que, a necessidade dela diária é de 56 mg de lisina para cada grama de proteína. Além disso, devemos ressaltar sua qualidade de outros nutrientes e fitoquímicos, principalmente os fitoestrógenos, que atuam como análogos de hormônios no organismo, ajudando a prevenir a osteoporose, problemas cardíacos nas mulheres após a menopausa e reforço da imunidade.

Amaranto

O amaranto é outro pseudocereal rico em proteína, apresentando 5% de lisina, aminoácido limitante na maioria dos vegetais, e 4,4% de aminoácidos sulfurados. Apresenta um elevado teor nutritivo, sobretudo, de cálcio, sendo uma opção interessante para pessoas com intolerância à lactose e celíacos, por também não conter glúten em sua composição. Já em relação ao valor de fibras, o cereal apresenta cerca de 13% fibras solúvel, favorecendo a saúde intestinal.

Soja preta

Considera uma versão mais nutritiva do que a tradicional, a soja preta é uma grande fonte de proteínas. Em 100 gramas do grão é encontrado aproximadamente 40 gramas de proteínas, chegando a representar 57% das necessidades diárias. Seu consumo em forma de farinha pode ser eficiente por conta da alta densidade de fitoativos e nutrientes, com destaque as isoflavonas e antocianinas, componentes com alto poder antioxidante e benefícios que contribuem com a modulação do peso corporal e minimização de sintomas associados às fases da mulher, como tensão pré-menstrual e menopausa.

Pensando em suplementação, já encontramos no mercado esportivo diferentes tipos de suplementos à base de proteínas veganas, sendo as mais comuns: proteína de arroz, proteína de batata, proteína de soja, proteína de ervilha e, uma inovação em forte tendência, as proteínas de amêndoas e girassol!

Grãos como cereais e leguminosas são ótimas fontes proteicas vegetais — Foto: Unsplash/Divulgação

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas