Melatonina é aliada da rotina de beleza de homens e mulheres

Além de melhorar a qualidade do sono, melatonina tem propriedades que são aliadas da beleza. Saiba mais sobre essas propriedades e como usufruir delas da melhor maneira possível.

A apresentação pessoal é mais do que mera vaidade: esse é um fator que influencia muitos outros espectros da vida. No universo profissional, por exemplo, o aspecto físico pode fazer a diferença em determinados setores, principalmente aqueles que envolvem o trato com o público. Portanto, os cuidados com ela são fundamentais. Isso faz com que tratamentos rejuvenescedores sejam cada vez mais buscados pelo público. Assim, o mercado oferece uma série de opções, desde dietas até procedimentos clínicos.

Apesar disso, há algumas opções que, por mais eficientes que sejam, dificilmente são consideradas por quem busca melhorar a aparência ou mantê-la. É o caso da melatonina: mais conhecida como o hormônio do sono, ela tem muitos benefícios a oferecer a quem busca parecer jovem por mais tempo.

Sono da beleza: dormir bem é fundamental para a boa aparência

O sono da beleza é real: por mais que muitas pessoas pensem que essa é apenas mais uma frase feita, dormir bem realmente faz a diferença na aparência. Afinal, quem descansa pouco e mal, tende a enfrentar problemas como:

  • Olheiras;
  • Produção de hormônios ligados ao stress, que prejudicam a aparência;
  • Desequilíbrio na produção de outros hormônios, prejudicando o tônus e o brilho da pele.

Por conta disso, comprar melatonina é uma maneira de investir em uma aparência melhor. Como essa substância é a que regula o nosso ciclo circadiano (ou seja, faz com que sintamos sono à medida que o sol se põe), ela melhora a qualidade do sono. Quando ele é realmente revigorante, todo o corpo sente os benefícios, o que ajuda a melhorar o aspecto físico.

Melatonina também ajuda com a rotina de beleza

Quem toma melatonina normalmente está em busca de dormir mais e melhor. Por mais que isso, por si só, seja o suficiente para melhorar a aparência de qualquer um, essa substância tem muito mais para oferecer à rotina de beleza de pessoas de ambos os gêneros e de todas as idades. Confira, a seguir, alguns dos outros benefícios proporcionados por ela:

Combate aos radicais livres

Os radicais livres são os grandes inimigos de quem pretende manter uma aparência mais jovem e arejada por mais tempo. Isso pois tais moléculas são agentes que intensificam o envelhecimento das células, e, consequentemente, dos tecidos. Na prática, isso significa que a sua atuação está ligada a problemas como a flacidez da pele e a perda de seu brilho natural, o que, por sua vez, faz com que a aparência de qualquer pessoa fique envelhecida.

A boa notícia é que há várias maneiras de combatê-los. A ingestão de melatonina é uma delas: além de regular o ciclo circadiano e tornar o sono mais renovador, esse hormônio ajuda a atenuar os efeitos dos radicais livres no organismo. Na prática, isso significa que a pele se manterá com um aspecto jovial por mais tempo.

Minimização da oleosidade

A oleosidade, tanto da pele quanto do couro cabeludo, são grandes inimigos de uma aparência melhor e mais jovem. No caso da primeira, ela traz problemas como cravos e espinhas, e, no caso do segundo, oleosidade e queda de cabelo. Todos esses problemas são inimigos de pessoas vaidosas, que se preocupam em estarem bem. Para evitá-los, normalmente recomenda-se o uso de produtos específicos para combater a oleosidade, bem como uma alimentação saudável e rica em gorduras boas.

O que nem todas as pessoas sabem é que a melatonina também é de grande ajuda para melhorar o aspecto da pele, e, consequentemente, da aparência em geral. Tudo isso acontece graças ao seu poder redutor do sebo.

Cabelo mais volumoso

Muitas pessoas – principalmente homens – costumam sentir o cabelo mais ralo à medida que a idade aumenta. Por mais que esse seja algo comum devido às mudanças pelas quais o corpo passa com o tempo, há várias maneiras de driblar o problema, e, assim, preservar as madeixas.

A melatonina pode ser tornar uma grande aliada nesse caso. Além de combater a oleosidade e diminuir a queda dos fios, esse hormônio é antagonista do DHT, substância relacionada à perda de fios de origem genética. Do mesmo modo, ele inibe a morte de células produtoras de queratina, agindo diretamente nos bulbos capilares, fazendo com que eles cresçam.

A melatonina deve ser ingerido com responsabilidade

Em busca de segredos de beleza, muitos curiosos compram e ingerem a melatonina sem o acompanhamento de um profissional. Isso se intensificou a partir de 2017, quando o governo brasileiro liberou a comercialização da substância em todo o território nacional. Apesar disso, especialistas afirmam que a melhor maneira de usufruir dos benefícios desse suplemento é com o acompanhamento de um médico. Ele poderá indicar a dosagem mais adequada para as suas necessidades, bem como o melhor horário para consumir o hormônio, sem que isso interfira com a qualidade do sono.

#MAIS LIDAS DA SEMANA