Foto de Artur Voznenko en Unsplash
Foto de Artur Voznenko en Unsplash

Tem uma palestra ou apresentação para fazer? Ou simplesmente quer saber se comunicar melhor, quando estiver em grupo? Pois saiba que até aquelas pessoas mais extrovertidas já procuraram dicas de como falar melhor. A grande questão é, como falar bem, de forma articulada e com conteúdo, seja tímido ou não.

Entre as principais dicas que você vai encontrar aqui, está a mais importante: tenha conteúdo. Leia bastante e faça um resumo simples so que compreendeu. Não precisa ser um resumo acadêmico, como esse exemplo de resumo expandido e simples, mas sim uma forma de passar para o papel ou áudio, suas ideias acerca do que foi aprendido. Claro que se preferir, pode até fazer um texto acadêmico nas normas da ABNT, mas isso não é necessário.

Para falar bem, com segurança, sobre qualquer assunto, você deve conhecer, saber perguntar e se articular muito bem. Veja mais algumas dicas para se sair bem nessa missão.

Conheça sua audiência

Entender quem está ouvindo ajuda a adequar a linguagem e melhorar a comunicação. você não falaria com uma criança e um colega de trabalho da mesma forma. Conhecer é saber o tom, o ritmo, o vocabulário adequado e ter empatia, para compreender o momento e passar a mensagem com clareza.

Se for necessário, como no caso de falar para o grupo de uma determinada empresa, é interessante fazer uma pesquisa para entender quem é essa audiência e qual é a sua estrutura de comunicação predominante. O tal do falar a mesma língua, isso é fundamental. 

Leia bastante e faça resumos

A leitura vai ajudar você a ter mais repertório, fazendo links com ideias e outros assuntos que são do seu domínio. Também te traz a possibilidade de explorar novos olhares e ideias, a partir da exploração de gêneros diferentes. Fantasia, distopia, biografias e afins, podem diferir entre si, mas te ajudam a ter novos olhares e ideias.

Novamente, faça resumos do que vai lendo, ajudando a concretizar o que foi absorvido, estimulando sua capacidade de comunicação. Se quiser, pode dar uma olhada na norma para resumos expandidos, um modelo de trabalho já pronto, a fim de embasar a sua estrutura.

Escreva ou grave seus pensamentos

Teve uma ótima ideia para a introdução de um tema, palestra ou artigo? Anote em uma caderneta ou grave no celular. Isso pode te ajudar a elaborar melhor a linha de pensamento, com um toque mais pessoal e inovador, saindo do básico acerca do que está sendo tratado.

Ter um diário também pode ser uma opção, para te ajudar a articular ideias e criar o hábito do storytelling, ou contação de história, tão famoso no marketing –  e não é a toa. Contar histórias prende a atenção e encanta.

Pratique em casa com sua leitura

Foto de Fa Barboza en Unsplash
Foto de Fa Barboza en Unsplash

Não basta saber como fazer uma boa redação para se apresentar ou ter uma lista de estudos de pesquisa relevantes se você não pratica o que está escrito. A memória muscular é um fato e faz toda a diferença na hora de se expressar para uma audiência. Por isso, é fundamental praticar a fala, treinando não apenas a musculatura, mas também a respiração, pausas, entonação e outros detalhes importantes.

Ligar os pensamentos, ter novas ideias e contextos e saber contar histórias é importante, mas nada disso flui sem uma boa oratória. Então pratique a sua fala e aproveite qualquer chance para colocar a conversa em dia.

Dicas para falar melhor

Você pode encontrar diversas dicas de oratória na internet ou cursos, porém é importante lembrar de adaptar ao público que está recebendo a mensagem – ou seja, para a pessoa do outro lado. Veja algumas coisas que vão te ajudar a falar melhor:

  • Autoconfiança: confie em si e nas suas capacidades, saberes e práticas
  • Ritmo: alterne o tom e o ritmo, para não ficar cansativo, acelerando e desacelerando para dar ênfase ao que é dito
  • Adequação: adapte a linguagem ao público, falando de forma mais simples ou rebuscada, a depender da situação
  • Empatia: sinta essa troca de informações e perceba quando o outro tem mais ou menos interesse na sua fala, adequando e sempre respeitando o interlocutor

Esperamos que essas dicas te ajudem a estabelecer uma comunicação fluida, te ajudando a falar muito bem, em qualquer situação. Tem mais alguma dica? Deixa nos comentários!

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Quatro dicas para escrever bem, mesmo que sua profissão não envolva escrita

A escrita configura-se como arte milenar, possibilitadora de registros, ferramenta de tradução…