Fique conectado

Falecimento

Morre Silvio Bellotto, diretor da Coopermota

Morador de Palmital, Silvio tinha 52 anos. Ele estava internado devido a um problema cardíaco.

Publicado em

521

Morreu aos 52 anos na madrugada desta quarta-feira (10), o Silvio Bellotto, diretor da Coopermota.

Silvio estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Marília, desde a última semana, após apresentar um quadro de problema cardíaco.

Agricultor, ele morava em Palmital. Silvio também fazia administração da cooperativa Coopemota há pelo menos 12 anos, sendo inicialmente membro do Conselho Fiscal, a partir de março de 2006 e posteriormente integrante do Conselho Administrativo, a partir de 2011.

Ele deixa a esposa Margali Aparecida Fontana Belloto e seu filho João Otávio. A Cooperativa emitiu uma nota de Luto.

Silvio ao lado da esposa Margali (Foto: Divulgação)

Falecimento

Aos 88 anos, morre Antônio Menocci, prefeito de Iepê e o mais idoso do Brasil

Antônio estava internado com problemas pulmonares no Hospital Iamada, em Presidente Prudente.

Publicado em

Do Tupã Notícias
Antônio Menocci

Faleceu na madrugada desta quarta-feira (12) o Prefeito do Município de Iepê, Sr. Antônio Menocci, aos 88 anos. Ele estava internado com problemas pulmonares no Hospital Iamada, em Presidente Prudente, desde o dia 8 de outubro.

Menocci foi afastado oficialmente do cargo para passar por tratamento em 22 de outubro.

Foi decretado ponto facultativo em todas as repartições públicas do município a partir do meio-dia de desta quarta-feira, na quinta o dia todo e luto oficial de 03 dias. As aulas nas escolas municipais também foram suspensas por dois dias (12 e 13).

Com população 7.487 habitantes, Iepê fica na região de Presidente Prudente e vizinho do município de  Rancharia.

Antonio Menocci foi eleito em  2016 pelo partido Solidariedade  com  2.678 votos 54,52%, e seu mandato terminaria em 2020.  Nascido em Presidente Prudente, era o prefeito mais idoso do Brasil.

Empresário, Menocci já havia exercido o cargo de prefeito entre 1993 e 1996.

Eleito vice em 2012, assumiu a prefeitura entre 7 de maio de 2015 e 31 de dezembro de 2016 após o afastamento da prefeita na época, por decisão judicial.

Nesta quinta-feira (13) haverá  Missa na Igreja Matriz às 09h00 e logo após sepultamento no Cemitério local.

Continue lendo

Falecimento

Empresário assisense morre após cair do telhado

Fernando Gonçalves de Oliveira, de 50 anos, estava internado desde de o dia 5 de dezembro, quando sofreu o acidente.

Publicado em

Do AssisNews
Fernando Gonçalves de Oliveira, de 50 anos, estava internado desde de o dia 5 de dezembro (Foto: Reprodução)

O empresário assisense que atuava no ramo da segurança na cidade, Fernando Gonçalves de Oliveira, de 50 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira (10), após ficar 5 dias internado depois que sofreu um acidente no Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Assis (SP).

No dia 5 de dezembro, Fernando realizava uma manutenção no sistema de segurança do CAPS, quando por motivo ainda não esclarecido, caiu de cima do telhado.

Ele chegou a ser socorrido pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e encaminhado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Assis onde foi diagnosticado com traumatismo craniano. Logo após o diagnóstico ele foi levado ao Hospital Regional de Assis, onde passou por cirurgia e permanecia internado.

Fernando Gonçalves de Oliveira deixa sua esposa Leia e três filhas.

O corpo do empresário está sendo velado na sala 3 do Centro Funerário São Vicente Prever, sala 3. O sepultamento está marcado para esta terça-feira (11), às 10h.

Continue lendo

Falecimento

Aos 31 anos, moradora de Paraguaçu morre após luta contra câncer raro

Ela deixa dois filhos, sendo que um tem apenas sete meses de vida.

Publicado em

Do i7 Notícias

Elis Diane Henklain e Dr. Max

Faleceu às 21h12 deste domingo, dia 09, na Santa Casa de Presidente Prudente, a moradora de Paraguaçu Paulista, Elis Diane Henklain, aos 31 anos. Ela faleceu após agravamento de um câncer hepático, de subgrupo raro. Elis era casada com o médico Dr. Max Henklain e deixa dois filhos, sendo uma menina de 05 anos e um menino de apenas 07 meses.

Mesmo abalado com o acontecido, Dr. Max conversou com o i7Notícias e contou sobre a luta que a sua esposa passou. “Quando nos conhecemos, há sete anos, ela já tinha um nódulo, que era algo suspeito. Investigamos, foi feita uma primeira cirurgia experimental no A.C. Camargo. O médico aprendeu a técnica no Canadá e ela foi a primeira paciente deste câncer raro. Retirou um lobo do fígado, onde estava a princípio o primeiro foco de câncer hepático e um mês depois a área já cresceu”, explicou.

Mas apesar da cirurgia, apareceram focos metastáticos. “Aí só foi controlando. Graças a Deus, ela teve mais tempo de vida do que outras pessoas têm”, disse Dr. Max.

O médico explicou também que o câncer que Elis Diane teve é considerado raro. “Este subgrupo de câncer é tão raro que só tem seis no mundo.”

Durante todo o tempo de tratamento da sua esposa, Dr. Max disse que recebeu um grande carinho da população paraguaçuense. “Quero agradecer a população paraguaçuense pelos momentos de oração, solidariedade e carinho que recebi. A gente colhe o que planta. E eu também sempre tive muito carinho por todos. Eu espero, um dia, poder devolver para a nossa população parte deste carinho e deste amor, que transbordou em meu coração e me fez sentir um pouco mais acalentado neste momento de terrível dor psicológica”, agradeceu.

O corpo de Elis Diane está sendo velado no velório municipal de Paraguaçu Paulista. O sepultamento está marcado para às 17h no Cemitério da Paz.

Continue lendo
Solutudo 300
Banner Star Som
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas