Psicóloga Cláudia Pípolo morre aos 57 anos em Cândido Mota

Por vários anos, Cláudia Pípolo foi colaboradora do Jornal O Diário do Vale, produzindo uma coluna social semanal.

Psicóloga Cláudia Pípolo morre aos 57 anos em Cândido Mota

A psicóloga Cláudia Maria Pípolo morreu ontem em Cândido Mota (SP). Ela tinha 57 anos – faria 58 anos no próximo dia 24. De família tradicional, Cláudia não era casada. Ela cursou psicologia na Universidade Metodista de Piracicaba, a Unimep. Uma de suas maiores paixões era cuidar de animais – adorava cães e gatos.

Por vários anos, Cláudia Pípolo foi colaboradora de O Diário do Vale, produzindo uma coluna social semanal. Nela, a colunista destacava personalidades de vários setores da comunidade e dava dicas de melhoria da qualidade de vida. Era um dos espaços mais procurados pelos leitores. A direção do jornal e portal O Diário do Vale e de O Diário TV de Cândido Mota emitiu comunicado informando estar bastante consternada com a morte de Cláudia Pípolo.

Ressaltou o profissionalismo da psicóloga e o seu comprometimento com a equipe. “Foi uma grande perda para a nossa comunidade. Perdemos uma grande amiga, que, além de ter marcado o nome na história do jornal e do município como grande profissional, também será lembrada como defensora das causas animais. É um momento muito triste pra todos nós”, diz a nota.

A cândido-motense tinha um irmão, Carlos Pípolo, que reside em Presidente Prudente. O corpo de Cláudia Pípolo não foi velado. O sepultamento aconteceu às 17h desta quarta-feira (02), no cemitério municipal de Cândido Mota.

#MAIS LIDAS DA SEMANA