CART devolve três animais silvestres ao habitat

Concessionária, em parceria com a Apass, cuidou da recuperação de um cachorro-do-mato, um gambá e um papagaio ameaçados de extinção

A CART – Concessionária Auto Raposo Tavares e a Apass – Associação Protetora dos Animais Silvestres de Assis vão devolver um cachorro-do-mato, um papagaio e um gambá ao seu habitat natural no dia 17 de outubro de 2012 (próxima quarta-feira) na região de Santa Cruz do Rio Pardo. Os animais, após receberem cuidados da ONG para sua reabilitação, estão saudáveis e mantêm-se selvagens, condições para sobreviverem na natureza.

O cachorro-do-mato graxaim fêmea foi encontrado, ainda filhote, sem os pais, às margens da rodovia no município de Santa Cruz do Rio Pardo há cerca de cinco meses. “O animal foi recolhido pela CART e encaminhado à Apass, que teve o cuidado de mantê-lo selvagem, com pouco contato com humanos. Isso é o que permite reintroduzi-lo na natureza. Caso contrário, se estivesse domesticado, não teria muitas chances de sobreviver em seu habitat”, explica Osnir Giacon, coordenador de Meio Ambiente da CART.

Natalia Tomaz de Godoy, diretora executiva da Apass, acrescenta que o cachorro-do-mato está na hora de ser solto, pois já é um jovem-adulto. “Fizemos alguns testes e comprovamos que ele está apto para conviver no seu habitat”.

Já o gambá, um espécime macho, chegou à ONG há aproximadamente dois meses. O animal, mamífero com hábitos noturnos, também foi encontrado, ainda filhote, abandonado às margens da rodovia.  “Era tão pequenininho que, no início, dávamos mamadeira para ele. Agora alimenta-se sozinho. Em se tratando de animal silvestre, quanto menos tempo ficar em cativeiro, melhor”, frisa Natália.

O papagaio, da espécie Amazona aestiva, é o mais novo dos três na Apass. Ele foi encontrado por uma equipe de prestadores de serviço à CART durante o trabalho de roçada na faixa de domínio, também na região de Santa Cruz do Rio Pardo. Como a ave estava com um machucado na coluna, foi encaminhada para a ONG. Após cuidados veterinários, agora está pronta para voar nos céus novamente.

“Os três animais têm ótimas chances de sobreviverem e procriarem”, resume Giacon. Eles serão soltos numa área de mata preservada e com água, condições necessárias para a sobrevivência. O local em que serão soltos há populações de suas espécies, o que facilitará o acasalamento e a procriação.

 

Parceria

A CART é parceira Apass visando colaborar com a preservação da fauna silvestre da região cortada pelo Corredor Raposo Tavares. É para a entidade que a Concessionária encaminha todos os animais silvestres encontrados feridos nas estradas do seu trecho de concessão, que vai de Bauru a Presidente Epitácio. Os animais recebem alimentação e cuidados até terem condições de serem devolvidos ao ambiente natural.

#MAIS LIDAS DA SEMANA