Decoração Natalina: cuidado para evitar acidentes elétricos e com o aumento na conta de energia elétrica

É preciso tomar cuidado para evitar que a iluminação natalina provoque acidentes como choques elétricos, curtos-circuitos e incêndios

As casas já começam a receber enfeites especiais.  Mas é preciso tomar cuidado para evitar que a iluminação e os enfeites natalinos provoquem acidentes como choques elétricos, curtos-circuitos e incêndios, e também com o desperdício de energia elétrica.

“Nesta época do ano, o consumo de energia elétrica aumenta consideravelmente com o uso de ar condicionado, ventilador, etc. A instalação do pisca-pisca também deve ser levada em conta, na hora de verificar o consumo de energia elétrica no mês”, disse o Gerente Regional da Vale Paranapanema, José Mauricio Falqueiro.

Para se ter uma idéia, um pisca-pisca com 100 lâmpadas consome em média 9 kwh durante seis horas, por exemplo, no final do mês representaria R$ 2,79 de acréscimo na conta do consumidor.

A conta é simples, segundo o engenheiro, “basta multiplicar o consumo destas lâmpadas que é de 9kwh, por seis horas ligado na tomada, pelo valor do kwh cobrado por sua concessionária de energia elétrica”, explicou o gerente.

“Nesta época do ano, o consumo de energia elétrica aumenta consideravelmente”

Falqueiro orienta que é possível iluminar as casas com as ‘luzes do Natal’ de forma consciente. “Em casa, desligue os aparelhos de televisão e outros equipamentos eletro-eletrônicos que ficam no stand-by da tomada, desta forma, não estarão consumindo eletricidade e você pode manter as luzes acesas, sem prejuízo para o bolso e para o meio ambiente”.

Agora, não é só com o aumento da conta que o consumidor deve se preocupar. Os cuidados devem começar na compra do produto, escolhendo cordões de luz, mangueiras, pisca-piscas com boa procedência e certificados pelo Inmetro.

“Peça para testar o produto, sempre. Se for reutilizar produto adquirido em anos anteriores, verifique emendas, fios soltos ou desencapados. Faça a troca de lâmpadas com o equipamento desligado”, reforça o gerente.

Na hora da instalação, verifique os pontos internos da casa, a tomada onde o kit natalino ficará instalado deve ficar longe do alcance das crianças. Evite o uso de “Ts”, pois podem sobrecarregar a instalação e ocorrer curtos-circuitos.

Não instale lâmpadas decorativas próximas a ornamentos delicados, como cortinas, há risco de incêndios. Nas fachadas das casas, não instale os kits decorativos próximo aos postes ou fios da rede elétrica, pois o risco de acidente é ainda maior.

“E sempre que possível, utilize a mão de obra de um profissional qualificado, e a ligação do equipamento na tomada só deve ser feita após a conclusão da montagem”, conclui Falqueiro.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA