O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos e Sabesp, inaugura amanhã, 30/11, as obras que vão melhorar o abastecimento de água para cerca de 30 mil habitantes, um terço da população de Assis. As obras compõem o novo setor de abastecimento da Vila Fiúza e receberam investimentos de R$ 6,5 milhões.

O evento se realiza às 11h, na Rua Dionizio Dias Paião, s/nº, Vila Fíúza, ao lado da Associação dos Engenheiros. Estarão presentes o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Edson Giriboni; a diretora-presidente da Sabesp, Dilma Pena; o diretor de Sistemas Regionais da Sabesp, Luiz Paulo de Almeida Neto, o prefeito de Assis, Ézio Spera; o superintendente regional da Sabesp, Antero Moreira França Júnior, entre outras autoridades.

Serão beneficiados os moradores que residem no Centro, Vila Fiúza, Distrito Industrial, Jardim Nova Olinda, Jardim Europa, Vila Claudia, Vila Ouro Verde, Jardim Amaury, Jardim Monte Carlo, Jardim Morumbi, Jardim São Nicolau, Vila Palhares e Jardim Canadá.

Emissário Jacu
Outra importante obra da Sabesp em Assis é a duplicação do emissário de esgoto Jacu, implantação de tratamento primário mecanizado e a adequação eletromecânica da estação elevatória de esgotos final.

A obra exigiu investimentos da ordem de R$ 3,3 milhões e irá beneficiar 44 mil habitantes da área da bacia hidrográfica do Jacu.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Sepultamentos neste dia 3 de maio

Cinco sepultamentos programados para esta terça-feira, dia 3 de maio.

Ipem-SP realizará plantão de taxímetro em Assis

A ação será realizada pela equipe de fiscalização da regional do instituto em Marília.

Sepultamentos na região neste dia 11 de abril

No Cemitério Municipal da Saudade, em Assis, não há sepultamento previsto

Sepultamentos em Assis neste dia 19 de abril

Ainda não foi definido o local do velório da menina Gabrielly, de oito anos.