Operação Ano Novo no Corredor Raposo Tavares começou na sexta

Intervenções na rodovia serão suspensas entre o meio-dia de 28 de dezembro à meia-noite do dia 1.º de janeiro de 2013

Operação Ano Novo no Corredor Raposo Tavares começa nesta sexta

A partir do meio-dia desta sexta-feira, 28 de dezembro de 2012, até a meia-noite de 1.º de janeiro de 2013 não será realizada nenhuma obra ou outro tipo de intervenção física de engenharia ou de conservação que possa prejudicar a livre circulação de veículos nas rodovias do Corredor Raposo Tavares. A CART – Concessionária Auto Raposo Tavares também vai reforçar o número de funcionários nas praças de pedágio e no suporte ao usuário.

Com a adoção de regime operacional diferenciado para a comemoração do Ano Novo, época que o volume de tráfego aumenta, a CART visa dar maior fluidez ao trânsito e garantir a segurança viária. A previsão é que o movimento no Corredor Raposo Tavares comece a aumentar na tarde desta sexta-feira e esteja ainda maior na manhã de sábado, dia 29 de dezembro.

Porém, como muitas pessoas viajaram antes do Natal e só voltam para casa após o Ano Novo, a expectativa é de pico de tráfego no dia 1.º de janeiro de 2013. “Trabalhamos com a expectativa que o volume de tráfego aumente em torno de 60% no retorno do feriado”, comenta Claudio Goes, Gerente de Operações da CART.

Durante a Operação Ano Novo somente intervenções emergenciais, para preservar a segurança dos usuários e dar fluidez do tráfego, amparadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB),em seu Artigo95, poderão ser efetuadas nas rodovias. É emergência fato que interrompa a normalidade da via colocando em risco usuários.

O número de funcionários nas praças de pedágio será aumentado em 100%, com a permanência do efetivo do turno anterior. O reforço será, sobretudo, no “papa-filas”, que permitirá a redução do tempo de atendimento nas cabines das praças de pedágio. Se a demanda de tráfego exigir, a CART convocará mais controladores e operadores, além dos já escalados para os turnos.

Como o Corredor Raposo Tavares é uma importante interligação entre as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil, na saída do feriado o fluxo maior de tráfego deve ser oriundo da Capital com destino ao Centro-Oeste do Estado e aos Estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, e norte do Paraná. No retorno do feriado, o movimento deve ser inverso.

A CART trabalhará em conjunto com a Polícia Militar Rodoviária, que se fará presente ao longo de todo o Corredor Raposo Tavares, que é formado pelas rodovias SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 444 quilômetros entre Bauru e Presidente Epitácio.

#MAIS LIDAS DA SEMANA