Testes na rede elétrica do centro de Assis ajuda a detectar áreas com indicio de sobrecarga

Altas temperaturas combinadas com aumento de cargas podem provocar distúrbios na rede de distribuição de energia elétrica

Operação Pente Fino ajuda a detectar áreas com indício de sobrecarga de energia

A Vale Paranapanema deu início a Operação Pente Fino na rede de distribuição de energia elétrica na área central de Assis. As altas temperaturas motivaram a  operação com vista a detectar áreas com riscos de sobrecarga de energia.

“Já foram definidas as áreas que serão alvo da operação, o levantamento dos transformadores de distribuição já foi concluído e agora, trabalhamos nas medições das redes de distribuição. O objetivo é ter o diagnóstico para saber se há algum ponto com sobrecarga e atuar nestes casos de forma preventiva”, disse o Coordenador de Planejamento do Sistema, Tiago Sanches.

Segundo o Coordenador, sempre que o cliente aumentar a carga instalada em sua unidade consumidora, seja estabelecimento comercial ou residência, é necessário informar a concessionária para verificar se a rede está dimensionada adequadamente para possibilitar o aumento sem prejudicar a coletividade . “Especialmente com a chegada do calor, a instalação de equipamentos de grande potência, principalmente os aparelhos de ar condicionado, requerem o redimensionando da rede de distribuição de energia afim de suportar o acréscimo de carga”, destacou.

A atualização cadastral é um dever do consumidor de energia elétrica de acordo com a Resolução 414/2010 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O titular da unidade consumidora deve informar os tipos de aparelhos elétricos que possui em suas instalações e a potência dos mesmos. Para aqueles consumidores que não realiza esta atualização a legislação vigente prevê penalidades.

“Se o consumidor aumentar a carga instalada sem a devida comunicação a concessionária e ocorrer perturbações na rede elétrica acarretando interrupções do fornecimento aos demais consumidores, a legislação prevê inclusive a possibilidade de suspensão do fornecimento de energia mediante notificação”, orientou o coordenador.

As informações geradas a partir deste levantamento, ainda segundo Sanches, “serão usadas para elencar os pontos críticos e indicar as ações emergenciais para minimizar os impactos dos desligamentos acidentais provocados por sobrecarga”, disse o engenheiro.

Diante deste esclarecimento, “convocamos todos os consumidores que adquiriram algum equipamento elétrico e que não esteja regularizado perante a concessionária, que entre em contato através do CAC (telefone 0800 70 10 327) e para que  realize a devida atualização, evitando as penalidades previstas, e principalmente ajudando no dimensionamento adequado das instalações elétricas garantindo assim, o fornecimento de qualidade a todos os consumidores”, concluiu Sanches.

#MAIS LIDAS DA SEMANA