Falta de galerias prejudica escoamento de água em Assis

95% das ruas da cidade não possuem a estrutura

A responsabilidade dos serviços de água e esgoto em Assis é da Sabesp (Foto: Reprodução / TV TEM)

Toda vez que chove forte em Assis as ruas ficam alagadas e o transito caótico. O problema das enxurradas existe porque, em 95% da cidade, não há galeria pluvial portanto, a água da chuva não tem como ser escoada. O problema é antigo e a nova administração da prefeitura alega que não tem dinheiro nem para começar as obras.

A responsabilidade dos serviços de água e esgoto em Assis é da Sabesp. No entanto, como o contrato entre a Companhia Estadual e a prefeitura venceu em 2010, investimentos deste porte dificilmente devem acontecer neste ano na cidade.

A renovação do contrato é discutida e o prefeito de Assis alega que tem como prioridade a definição deste assunto. “A capacidade de investimento do município é muito pequena. O que nós temos que fazer é ver no que a Sabesp pode ajudar para resolver o problema na cidade”, explica Ricardo Pinheiro.

O TEM Notícias mostrou em 2011 que um contrato de renovação por 30 anos com a Sabesp foi enviado à Câmara de Vereadores, mas o projeto não entrou na votação. O atual prefeito, que era vereador nesta época, entende que a prefeitura não tem capacidade para administrar estes serviços e por isso quer avançar as conversas com a companhia. “Eu espero resolver esta questão até o final deste ano. Nós vamos dar os encaminhamentos necessários para a discussão chegue até a câmara”, argumenta.

Com a falta de galerias, chuvas causam sérios transtornos em Assis (Foto: Arquivo)

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA