NovAmérica representa a região e garante prêmios no setor sucroenergético

A empresa ficou em 2º lugar entre as 11 maiores produtoras de cana-de-açúcar do estado de São Paulo

NovAmérica representa a região e garante dois prêmios no setor sucroenergético (Foto: Divulgação)

A NovAmérica Agrícola recebeu no último mês duas certificações como empresa destaque no setor sucroenergético (Prêmio Inova) e empresa canavieira campeã de produtividade agrícola na safra 12/13 da região sul (abrangendo Presidente Prudente e Ourinhos).

A primeira titulação foi concedida pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) durante a 7ª edição das Reuniões Técnicas Regionais, realizado na Associação Rural dos Fornecedores e Plantadores de Cana da Média Sorocabana (Assocana). A concessão se deu com base na análise do uso das novas variedades de cana que agregam valor à produtividade e à sacarose (quantidade de açúcar presente).

“A NovAmérica sempre buscou novas variedades de cana junto às instituições parceiras, por isso receber uma premiação desse porte é muito importante para nós e nos estimula a continuar buscando novas tecnologias”, comemorou José Francisco Fogaça, gerente de Planejamento e Desenvolvimento Agrícola.

A produtividade da empresa também foi destaque, garantindo pelo segundo ano consecutivo um lugar entre as 11 maiores empresas produtoras de cana-de-açúcar do estado de São Paulo e a maior da região sul.  A escolha foi determinada pelo Instituto de Desenvolvimento Agroindustrial (Idea) e pelo CTC, durante 15º Seminário de Mecanização e Produção de cana-de-açúcar.

Os critérios de avaliação para a escolha da melhor empresa foram toneladas por hectare, que garantem a produtividade; ATR (Açúcar Total Recuperado) por tonelada; idade do canavial em número de cortes (quanto maior, melhor no critério de avaliação).

“Nosso objetivo é sempre estar entre as melhores, pois cuidar e respeitar a lavoura geram resultados positivos. No primeiro garantindo a base da nutrição da planta, o controle das pragas e o combate das ervas daninhas; no segundo, a não compactação do solo evitando danificar a lavoura ao passar com equipamentos. Estas são as ações básicas para se ter qualidade”, ressaltou.

A região tem sido representada pela NovAmérica Agrícola dentro do setor sucroenergético há anos, e os esforços para se manter neste patamar é a dedicação das equipes e o trabalho com seriedade. “Esperamos sempre ser referência no setor em produtividade e custos baixos”, finalizou Fogaça.

Fogaça e equipe de operações (Foto: Divulgação / NovAmérica)

#MAIS LIDAS DA SEMANA