Ótica utilizada é da ecosofia, que liga meio ambiente, relações sociais e subjetividade (Foto: Divulgação)
Ótica utilizada é da ecosofia, que liga meio ambiente, relações sociais e subjetividade (Foto: Divulgação)

A ecosofia, termo criado pelo filósofo francês Félix Guattari, baseia-se em uma articulação ético-política entre três campos ecológicos – do meio ambiente, das relações sociais e da subjetividade humana.

Para Guatarri o homem moderno só poderá resolver seus impasses por meio da ecosofia, conceito que pressupõe uma nova maneira de ser e estar no mundo, a qual implica na reinvenção dos modos de vida, da sensibilidade, da inteligência, e exclua as relações de poder.

Partindo desse conceito, o professor de Literatura Márcio Matiassi Cantarin aprofunda-se, em ?Por uma nova arrumação do mundo: a obra de Mia Couto em seus pressupostos ecosóficos na obra do escritor moçambicano Mia Couto?.

O autor descola sua análise do eixo da crítica literária convencional, que tem preferido analisar a literatura produzida na África quase que exclusivamente pela perspectiva das relações coloniais e pós-coloniais, exigindo do escritor “passaporte” africano. Cantarin considera Couto um criador cujos temas transcendem fronteiras nacionais.

No decorrer da obra, ele contextualiza os escritos de Couto em relação aos aspectos políticos, sociais e literários de Moçambique e faz considerações sobre a origem da separação entre o humano e o mundo natural, oferecendo uma visão geral sobre as teorias ecocrítica e ecofeminista.

O último capítulo é dedicado à analise literária de 26 contos de Mia Couto sob o prisma da ecosofia.

O livro integra a Coleção Propg Digital, parceria entre a Editora Unesp e a pró-reitoria de Pós-graduação da Unesp e sai com o selo Cultura Acadêmica, braço editorial da Universidade.

Download gratuito do livro
http://www.culturaacademica.com.br/catalogo-detalhe.asp?ctl_id=328

Ouça entrevista com o autor
http://podcast.unesp.br/perfil-29042013-marcio-matiassi-cantarini-entrevista-1740

O autor
Márcio Matiassi Cantarin é doutor em Letras na área de Literatura e Vida Social pela Unesp de Assis e professor adjunto no curso de graduação em Letras e em cursos técnicos da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Há um sepultamento em Assis nesta terça-feira, dia 12 de abril.

o féretro sairá às 9h30.

Há um sepultamento em Assis neste sábado, dia 9 de abril

Na cidade de Ibirarema, será sepultada a senhora Norminda.

Prefeitura instala câmeras após aumento nos furtos no cemitério

No primeiro trimestre deste ano, já foram registrados dois furtos.

Morador sofre queimaduras em 60% do corpo em explosão de gás encanado

O Corpo de Bombeiros foi acionado e auxiliou no resgate da vítima