Visita de Geraldo Alckmin é marcada por protestos e promessas

Durante a visita o Governador assinou a autorização para instalação do Poupa-tempo em Assis. Segundo o Governador a política de saúde do SUS está defasada.

Momento em que o Governador Alckmin descerra a placa de inauguração do AME (Foto: AssisNews)

Na manhã deste sábado, 08, no prédio do AME, Ambulatório Médico de Especialidades, o Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin, esteve na cidade de Assis para a inauguração do mesmo além de outras realizações.

O Governador entregou uma nova viatura de resgate ao Corpo de Bombeiros de Assis (Foto: AssisNews)

Na ocasião o Governador entregou uma nova viatura de resgate ao Corpo de Bombeiros de Assis, um tomógrafo para o Hospital Regional e ainda descerrou as placas de inauguração da Unidade do Corpo de Bombeiros de Cândido Mota, que contou com a presença do prefeito Zacharias Jabur e outras autoridades da cidade.

Em Assis, também estiveram presentes na solenidade, o Prefeito de Tarumã Jairão, os deputados Vinicius Camarinha e Bragato, além do secretário de saúde do Estado de São Paulo Giovanni Guido Cerri.

Durante a visita o Governador anunciou verbas para a manutenção da rodovia SP-333, que liga Assis até a divisa com o Estado do Paraná.

Alckmin assinou a autorização para a instalação da unidade do Poupa-Tempo em Assis e uma ajuda em torno de R$ 860.000,00 (oitocentos mil reais) para a reforma da Santa Casa de Assis.

Durante a solenidade, Alckmin assinou a autorização para a instalação da unidade do Poupa-Tempo em Assis (Foto: AssisNews)

Na ocasião o Prefeito de Assis Ricardo Pinheiro aproveitou para solicitar ao governador uma FATEC (Faculdade de Tecnologia de São Paulo) para o município.

Protesto
Do lado de fora do Hall de entrada do AME, manifestantes empunhavam faixas e cartazes de protestos contra o Governador Geraldo Alckmin, o que já era aguardado pelo Governador e sua assessoria.

Em seu pronunciamento o Governador criticou a atual política de saúde imposta pelo SUS que segundo ele está defasada e não cobre os custos gerados principalmente pelas cirurgias feitas nos Hospitais Públicos.

Várias pessoas participaram dos protestos, mostrando indignação com a situação do ensino (Foto: AssisNews)
A manifestação aconteceu do lado de fora do Hall de entrada do AME (Foto: AssisNews)

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA