CART realiza a Operação “Nove de Julho”

Como a expectativa é de aumento no de tráfego, haverá reforço na equipes de suporte ao usuário

A Concessionária vai reforçar as equipes de suporte ao usuário

A CART – Concessionária Auto Raposo Tavares vai realizar operação especial de tráfego nos 444 quilômetros de rodovias que administra, de Bauru a Presidente Epitácio, no feriado prolongado de 9 de julho, quando no Estado de São Paulo se celebra a Revolução Constitucionalista. Como o dia 9 “cairá” na terça-feira, muitas pessoas devem “emendar” o feriado ao final de semana e aproveitar para viajar. Como a expectativa é de aumento no volume de tráfego, a CART vai reforçar as equipes das praças de pedágio e de suporte ao usuário no dia 6, sábado, saída do feriado, e no dia 9, terça-feira, retorno para casa.

Antes de pegar a estrada, consulte a Concessionária pelo 0800 773 00 90 para saber as condições de tráfego da SP-225 João Baptista Cabral Rennó, na SP-327 Orlando Quagliato e na SP-270 Raposo Tavares. Na rodovia, o motorista deve estar atento aos PMVs – Paineis de Mensagem Variável.

Suporte ao usuário
A CART dispõe de 10 veículos de inspeção rodoviária, 12 viaturas de atendimento pré-hospitalar, doze guinchos leves, três guinchos pesados e três superpesados para dar suporte ao usuário no Corredor Raposo Tavares. Ao longo do trecho de concessão, a Concessionária mantém 12 bases do SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário onde o usuário pode parar para usar sanitários e/ou fraldário e tem à disposição água e informações.

A CART, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor Raposo Tavares, que é formado pela SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 444 quilômetros entre Bauru e Presidente Epitácio.

Serviço
O telefone de emergência da CART é o 0800 773 00 90.

Dirija com segurança
Nesta época do ano é comum a ocorrência dos fenômenos conhecidos como neblina, nevoeiro e cerração entre a madrugada e a manhã, especialmente em regiões de serra. É a condensação da água evaporada, um fenômeno da natureza, que reduz a visibilidade e aumenta o risco de acidentes nas rodovias.

Antes de sair de viagem faça a manutenção do veículo. Como ver e ser visto são importantes em qualquer situação na rodovia – e mais ainda com neblina -, certifique-se que o sistema de iluminação (luzes de direção, freio, faróis e lanternas) esteja em perfeito funcionamento. Confira também as condições dos pneus, do sistema de freio, das palhetas do limpador do para-brisa e se o reservatório de água do lavador está cheio.

Na rodovia, uma vez envolvido pela neblina, reduza a velocidade, mantenha a distância do veículo à frente e utilize luz baixa. Redobre a atenção e procure orientar-se pelas faixas de sinalização horizontal da pista. A neblina deixa a pista úmida e escorregadia o que, aliado à falta de visibilidade, prejudica o tempo de reação de quem está ao volante.

Caso a neblina esteja demasiadamente espessa, você pode parar em alguma base do SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) ou Postos de Serviços ao longo da rodovia. Para a sua segurança e dos demais usuários da via, não pare sobre a faixa de rolamento e evite parar no acostamento.

Álcool e direção não combinam
Se for dirigir e enquanto estiver dirigindo, não consuma nenhum tipo de bebida alcoólica. Além do risco de envolver-se em acidente, o motorista fica sujeito às penalidades da Nova Lei Seca – Tolerância Zero. Se ao fazer o teste do bafômetro, o resultado for maior que 0,05 miligramas de álcool por litro de ar, o motorista é multado em R$ 1.915,40, uma infração gravíssima, e fica impedido de dirigir por um ano. Na prática, o motorista não pode consumir nenhuma substância que contenha álcool.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA