Alunos do 5º Ano de Direito da Fema são aprovados em 10º Exame Unificado da OAB

O exame da Ordem dos Advogados do Brasil é considerado o maior objetivo para os alunos do curso de Direito, sendo um dos exames mais exigentes para o exercício da profissão.

A Fema aprovou no último Exame da Ordem 14 alunos, oito do 5º ano e seis já formados.

O alto aproveitamento dos profissionais formados na Fundação Educacional do Município de Assis – Fema pelo mercado de trabalho tem comprovado a excelência de ensino oferecida na instituição assisense. Na área de Direito a qualidade do ensino tem refletido nos altos índices de aprovação de alunos do 5º ano no Exame da OAB.

O exame da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB é considerado o maior objetivo para os alunos do curso de Direito, sendo um dos exames mais exigentes para o exercício da profissão. Na última semana a Direção e Coordenação do curso de Direito da Fema comemoraram com a notícia de que mais alunos foram aprovados no 10º Exame Unificado da OAB. Segundo o coordenador do curso de Direito da Fema, Prof. Ms. Gerson José Beneli 14 alunos, entre graduandos do 5º ano e egressos foram aprovados neste Exame. “Acreditamos que o aproveitamento dos nossos alunos no 10º Exame Unificado da Ordem foi excepcional. Aprovamos novamente um grande percentual de alunos que ainda não concluíram a graduação. Foram aprovados oito alunos do 5º ano de Direito, um grande resultado, visto que eles ainda não concluíram a graduação. Embora ainda sejam estudantes e já foram aprovados num exame que sabemos ser muito difícil. Pelo que avaliamos e vimos também foi gratificante saber que outros seis alunos, já formados, também foram aprovados neste Exame cujo critério de aprovação foi de aproximadamente 25% do total de inscritos”.

Foram aprovados os alunos do 5º ano de Direito: Alfredo de Freitas Alvarenga, Ana Paula da Silva Garavelo, Artur Manoel Biz, Karoline de Fátima Ferreira, Bruna Carolina Cachole, Francielle Cristina Bonilho, Jacqueline Cristina Pianoschi de Matos Bento e Vinicius Martinez.

A segunda fase do Exame da OAB foi realizada nas dependências da Fema no mês de junho deste ano e segundo o coordenador Prof. Ms. Gerson é muito importante para a instituição de ensino sediar este tipo de evento. “Sabemos que o Exame da OAB é aplicado pela Fundação Getúlio Vargas, que é uma instituição conhecida e respeitada no Brasil. Para escolher os locais que irão sediar o Exame, evidentemente ela realiza análises e visitas. Assim a escolha da Fema, comprovou mais uma vez que temos uma infraestrutura excepcional e adequada, capaz de dar todo conforto à instituição aplicadora e especialmente aos alunos e profissionais que prestam a prova”. O Coordenador ainda lembrou que estiveram nesta segunda fase do Exame da Ordem alunos e profissionais de uma vasta região do Estado de São Paulo e também do norte do Paraná, o que também colabora na promoção e divulgação do trabalho da Fema.

Profº Ms. Gerson com a aluna do curso de Direito da Fema aprovada com a nota de 9,75.

A aluna do 5ª ano de Direito diurno da Fema, Karoline De Fátima Ferreira teve uma das maiores notas, atingindo 9,75. “Ser aprovada ainda aluna do curso de Direito no Exame da Ordem é uma alegria imensa. É uma satisfação muito grande ver o nome na lista de aprovados, a gente sabe que o Exame é muito difícil e estar no quinto ano e ser aprovada é uma satisfação pessoal e profissional que nos faz crer que tudo vale a pena. Os esforços e sacrifícios pessoais para estudar e me preparar deram resultado e eu faria tudo de novo”. Segundo Karoline a preparação é muito intensa pois o exame é muito difícil “Foi uma união de esforços, onde eu me comprometi e tive apoio de todos os professores da instituição. A Fema foi a base do meu estudo, aqui eu encontrei apoio de todo o corpo docente e todas as duvidas que eu tinha eram sanadas por eles. Além dos professores me ajudarem nos estudos eles me incentivaram e isso foi muito importante e essencial para minha aprovação e boa nota”.

Além do alto índice de aprovação no Exame da Ordem a Fema teve sua qualidade de ensino reconhecida pelo Conselho Estadual da Educação que até o ano de 2014 liberará 100 novas vagas para o curso de Direito, diurno e noturno, da Fundação. “Os cursos de Direito no Brasil via de regra estão perdendo vagas, temos acompanhado pelo noticiário que o MEC e demais órgãos institucionais tem cortado vagas do curso de Direito, especialmente em razão da baixa qualidade do ensino jurídico; ao contrário disso a Fema que tinha, até o ano de 2012, 50 vagas para o curso diurno e 50 noturno, conseguiu aprovar perante o Conselho Estadual de Educação um aumento de 100 novas vagas”. Segundo o coordenador Beneli isto é muito importante, não só pelo aumento significativo de vagas, mas porque antes de autorizá-las o Conselho fez análises e verificações na estrutura educacional do curso de Direito da Fema, da Biblioteca, infraestrutura, qualificação técnica do corpo docente e certamente aprovou e reconheceu a qualidade do curso oferecido na Fema. O Professor ainda explicou que em 2013 foram acrescidas 25 novas vagas em cada turno e que em 2014 mais 25 serão abertas para os dois períodos. Totalizando assim 200 vagas no curso de Direito da Fema até o próximo ano. “Todas estas notícias alvissareiras comprovam que estamos no caminho certo e que o nosso curso de Direito é realmente uma referencia regional no ensino jurídico”, finalizou Gerson Beneli.

Para saber mais sobre o curso de Direito da Fema acesse www.fema.edu.br.

#MAIS LIDAS DA SEMANA