Procurador abre inquérito civil para apurar denúncias contra Santander

Compareceram na audiência, os representantes do Sindicato, advogado Sérgio Cerqueira Ribeiro Mello, os diretores Jorge Ganimi Filho, Silvio Roberto de Freitas e Helio Paiva Matos.

Procurador do Ministério Público Federal abre inquérito civil para apurar denúncias contra Santander

A audiência presidida pelo procurador do Ministério do Trabalho, Luis Henrique Rafael, realizada nesta quinta-feira, dia 22, às 14 horas, na Procuradoria da República de Assis, resultou na abertura do inquérito civil a fim de que sejam apuradas todas as denúncias feitas pelo Sindicato dos Bancários de Assis e Região contra o Santander.

Compareceram na audiência, os representantes do Sindicato, advogado Sérgio Cerqueira Ribeiro Mello, os diretores Jorge Ganimi Filho, Silvio Roberto de Freitas e Helio Paiva Matos. Apesar de notificada, a superintendente regional do Santander, Rita de Cássia Demori não atendeu a notificação judicial.

Os fatos narrados pelo Sindicato são gravíssimos e que podem ser fundamentados por meio de provas que demonstrem a veracidade das denúncias. De acordo com trecho do termo de audiência consta que “diante dos fatos narrados pelo sindicato, determina-se a conversão do presente procedimento de mediação em inquérito civil, a fim de que os fatos sejam apurados em toda sua extensão”.

Oportunamente, dentro da disponibilidade da agenda do procurador, será realizada nova audiência para oitiva dos trabalhadores visando a instrução do presente inquérito. “Jamais serão toleradas pelo Sindicato condutas que firam os direitos dos bancários”, ressalta o presidente, Helio Paiva Matos.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA