EMEF Dr. João Mendes Junior realiza festa de Halloween

Os pais dos alunos contribuíram com doces, que no final das foram distribuídos às crianças como parte da tradição de “doces ou travessuras”.

Doces foram distribuídos às crianças como parte da tradição de “doces ou travessuras” (Foto: Divulgação)

No dia 31 de outubro é comemorado em países de língua inglesa o Halloween, conhecido no Brasil como Dia das Bruxas e a EMEF “Dr. João Mendes Junior” comemorou essa data com muito entusiasmo.

O professor de inglês, Vagner da Silva, vem desenvolvendo o projeto de Halloween com os alunos, cujo intuito é aprender sobre a cultura dos países de língua inglesa, trabalhando juntamente o folclore brasileiro. O projeto culminou nesta quinta-feira em uma grande festa onde todas as crianças, professores e equipe gestora estiveram envolvidos, fantasiados e animados com as diversas atividades que ocorreram.

Um labirinto foi montado com o intuito de assustar e divertir os alunos, onde as crianças entravam em um ambiente escuro, com música de suspense e se deparavam com aranhas, morcegos e baratas, e no final dele encontravam um esqueleto com um caldeirão.

Durante a festa foram distribuídos doces, bolos e refrigerantes aos alunos (Foto: Divulgação)

Durante a festa foram distribuídos doces, bolos e refrigerantes aos alunos, que puderam interagir com os colegas por toda a escola, enfeitada com esqueletos, fitas e cartazes.

Vagner relata que “o projeto tem o intuito de desenvolver a cultura, a partir das lendas de vampiros, fantasmas e bruxas, ligando a cultura popular estrangeira com a brasileira. A língua de um país também é parte da cultura dele, então é preciso não só aprender palavras e frases, mas todo o folclore dos outros povos, para que assim também seja possível entender a própria cultura do nosso país. O professor lembra também que no dia 31 de outubro, no Brasil, é comemorado o dia do Saci.

De acordo com a diretora da EMEF, Solange Clauzo de Lucas, “esse tipo de projeto é muito importante para os alunos, pois eles aprendem vivenciando os assuntos que foram trabalhados em sala de aula e sem dúvida, houve uma completa integração entre os alunos e toda a equipe escolar, que se fantasiou e participou das brincadeiras, assim como, trabalhou para decorar a escola e surpreender os alunos”.

Os pais dos alunos contribuíram com doces, que no final das festividades foram distribuídos às crianças como parte da tradição de “doces ou travessuras”.

#MAIS LIDAS DA SEMANA