Falta de água faz crianças de bairro rural faltarem às aulas em Assis

Revoltados, moradores contam que estão sem abastecimento há cinco dias. Secretário de obras diz que problema será resolvido ainda hoje.

A falta d´agua tem dificultado a vida dos moradores do bairro do Cervinho, na zona rural de Assis. Há vários dias, um problema na parte elétrica do poço que abastece as famílias deixou as torneiras secas.

Quando chega em casa, Maria Aparecida Martins não sabe o que fazer. A louça se acumula e não há água nem no banheiro. O pouco que conseguiu juntar da chuva está no final e para beber, o que resta está em um garrafão que buscou em Assis. “Nós nos sentimos pior que um bicho. É um absurdo ter falta d”água em pleno século XXI e não temos condições de comprar água. trabalhamos hoje para comer amanhã”, conta a dona de casa.

Além dela, mais moradores estão revoltados. Para conseguir tomar banho, a empregada doméstica Ana Leda da Costa conta que precisa ir até o trabalho do marido. “Vamos no período da noite no local onde meu marido trabalha. Lá conseguimos pegar água para tomar banho e para beber”.

Moradores revoltados contam que estão sem
água há cinco dias (Foto: Reprodução/TV Tem)

Além de desabastecer as casas, a falta de água traz ainda outros problemas. As crianças do bairro costumam ir para a escola de ônibus. O motorista até chega para buscar, mas as mães são obrigadas a dizer que elas não podem estudar por não conseguir tomar banho.

Um poço e uma bomba d´água são responsáveis por abastecer as necessidades mais básicas de 33 famílias do bairro Cervinho. No entanto, segundo os moradores, as torneiras estão secas há mais de cinco dias. Quem pode tem que percorrer pelo menos oito quilômetros até a cidade de Assis para buscar água.

O fornecimento de água e a manutenção da bomba são de responsabilidade da prefeitura que não cobra dos moradores pelo serviço. O secretário de Obras afirmou que sabe da situação vivida pelos moradores. “Foi detectada a necessidade de trocar equipamentos do poço. eles estão sendo comprados e o problema será resolvido”, diz Valter de Souza Filho, que prometeu resolver o problema ainda hoje.

Mãe diz que filhos não vão à escola por não tomarem banho (Foto: Reprodução/TV Tem)

#MAIS LIDAS DA SEMANA