Governador anuncia reajuste de até 24% a policiais militares

Além da valorização da carreira, medidas possibilitarão aumento de ao menos cinco mil policiais nas ruas

Alckmin anuncia reajuste de até 24% a policiais militares e acelera promoções

O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta segunda-feira, 14, uma série de medidas para valorizar a carreira de policiais militares do Estado. Alckmin definiu mudanças no plano de carreira, trazendo mais rapidez nas promoções, e a ampliação de benefícios para a categoria. As medidas se somam ao aumento salarial de 7%, já anunciado, gerando reajuste de até 24% para milhares de policiais do Estado.

“Quero destacar nossa admiração pelo trabalho da Policia Militar, a serviço da população 24h por dia. Estamos valorizando a carreira, estimulando as promoções, fortalecendo o policiamento na rua e beneficiando a base da PM”, frisou Alckmin.

O governador autorizou, ainda, que o policial seja empregado em atividade de policiamento ostensivo em seu período de folga mediante pagamento de diária. Com essa medida, que representa mais uma fonte de receita para os policiais que voluntariamente aderirem, será possível aumentar a capacidade de policiamento com aproximadamente mais cinco mil homens nas ruas.

Melhorias nos benefícios
O valor real da diária alimentação passa de R$ 20 para aproximadamente R$ 40 e os policiais passam receber esse benefício por até 15 dias (o teto atual é 12). Na prática, toda a corporação terá um ganho de R$ 341,10.

Já para o auxílio alimentação, no valor de R$ 176, o governador anunciou o aumento no teto salarial para os PMs que recebem o benefício. Atualmente, o limite é de até 141 UFESP (R$ 2.731,17), que será ampliado para 151 UFESP (R$ 2.924,87). A medida beneficia 15.900 soldados que deixariam de receber o auxílio após o reajuste de 7%, mas manterão o benefício. “Dessa forma ninguém perde o benefício que tinha”, afirmou Alckmin.

Valorização da carreira
O novo plano de carreira acelera a possibilidade de promoção e melhora a mobilidade dos policiais. O governador autorizou a promoção de 21.617 Soldados PM 1ª Classe para Cabo PM. Outros 5.665 policiais militares, como sargentos e tenentes, também serão promovidos. Isso significa que o plano de carreiras da PM terá há mais vagas, o que representa benefício imediato para os que serão promovidos (cerca de 28 mil), mas não apenas para eles. Toda a corporação é favorecida, uma vez que aumenta a rotatividade e, portanto, diminui o tempo de espera para promoção.

Além disso, Alckmin autorizou que Soldados PM 1ª Classe com cinco anos de atividade possam concorrer, via concurso, a uma vaga de 3° Sargento PM (antes, eles só poderiam ser promovidos a cabo). As medidas passarão a valer em abril para os praças e em maio para os oficiais. O custo será de R$ 189 milhões em 2014 e 2015.

O anúncio inclui, também, o benefício da promoção ao posto imediato aos aposentados que não haviam sido beneficiados em 2011. São 1.411 servidores com impacto anual de R$ 42,8 milhões.

Todas as medidas anunciadas pelo governador, com exceção da diária alimentação, dependem de aprovação da Assembleia Legislativa.

#MAIS LIDAS DA SEMANA