Via Rápida convoca 120 inscritos para matrícula na região de Assis

A chamada acontece em 288 municípios, dentre eles Maracaí, Nantes, Paraguaçu Paulista e Pedrinhas

A chamada acontece em 288 municípios, dentre eles Maracaí, Nantes, Paraguaçu Paulista e Pedrinhas

No mês de outubro, o Governo do Estado São Paulo irá realizar mais uma etapa de convocação dos candidatos que participarão dos cursos de capacitação profissional do programa Via Rápida Emprego.

Na região de Assis serão chamados 120 inscritos e no total 14.074 para formação de 544 novas turmas na capital paulista e em outros 287 municípios da Grande São Paulo.

Confira a convocação em Maracaí, Nantes, Paraguaçu Paulista e Pedrinhas Paulista:

Município Curso Executora

Candidatos convocados

Previsão de início do curso

Carga Horária

Maracaí Informática Centro Paula Souza (Etec/Fatec)

30

16/10/2013

Nantes Processos de Açúcar e Álcool Centro Paula Souza (Etec/Fatec)

30

16/10/2013

250

Paraguaçu Paulista Processos de Açúcar e Álcool Centro Paula Souza (Etec/Fatec)

30

16/10/2013

250

Pedrinhas Paulista Assistente Administrativo Centro Paula Souza (Etec/Fatec)

30

16/10/2013

210

As aulas terão início neste mês. Os candidatos selecionados serão informados por meio de carta, telegrama e/ou e-mails oficiais. Aqueles que receberem o aviso deverão comparecer ao local indicado na correspondência, munidos de RG e CPF, para realização da matrícula.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Rodrigo Garcia, explica que nos próximos meses estão previstas novas chamadas. “Para facilitar o processo de convocação, é importante que os candidatos inscritos mantenham os dados atualizados. Aqueles que ainda não se cadastraram e têm interesse em participar dos próximos cursos, podem consultar as opções disponíveis no site do programa”, explica.

Os cursos terão duração de um a três meses, com aulas ministradas por profissionais de Escolas Técnicas Estaduais (Etecs), Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de SP e de outras instituições contratadas pelo Governo do Estado.

Além do material didático, os participantes receberão auxílio financeiro de R$ 100,00 para alimentação e de R$ 150,00 para o transporte. Desempregados, sem seguro desemprego ou benefício previdenciário, também terão direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210,00.

A seleção dos candidatos é realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, que considera critérios de idade, escolaridade e renda familiar dos inscritos. Desempregados e mulheres arrimo de família têm prioridade.

#MAIS LIDAS DA SEMANA