Acidente na rodovia Assis-Marília (SP-333) mata homem

O homem dirigia Volkswagen Gol, com placas de Palmital, no sentido Marília – Assis. Mãe e filha também ficaram feridas na batida, que aconteceu sob chuva.

Gol rodou, invadiu pista contrária e foi atingido transversalmente (Foto: Paulo Cansini)

Um homem morreu num grave acidente envolvendo dois carros ocorrido no início da noite de ontem (22) pela SP-333 (Rodovia Rachid Rayes). A identidade dele, no entanto, não havia sido divulgada até o fechamento desta edição. Mãe e filha também ficaram feridas na batida, que aconteceu sob chuva. Com mais essa morte, o trânsito mariliense já contabiliza 25 óbitos no ano.

Segundo a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), o acidente aconteceu por volta das 18h15. O homem dirigia Volkswagen Gol, com placas de Palmital, no sentido Marília – Assis quando, na altura do quilômetro 339 e por motivos ainda desconhecidos, teria perdido o controle da direção do veículo, que rodou e invadiu a pista contrária.

Na direção oposta seguia Chevrolet Ônix, de Marília, ocupado por mãe e filha. Não houve tempo de reação e o Gol foi atingido violentamente. O impacto aconteceu na porta do lado do passageiro, mas a força da batida foi tão forte que matou o condutor praticamente na hora.

Mãe e filha ficaram presas nas ferragens, mas foram socorridas com vida (Foto: Paulo Cansini)

O air bag do Ônix foi acionado com a batida, mesmo assim as assisenses mãe e filha, Sueli, de 53 anos e Letícia Gomes da Silva Nóbile, 27 anos, ficaram feridas. Conscientes, as duas foram retiradas das ferragens pelo Corpo de Bombeiros e receberam os primeiros socorros dos soldados e também de uma equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ainda na pista. Ambas foram encaminhadas ao Hospital das Clínicas com suspeita de fratura. Até o fechamento desta edição, a instituição não havia divulgado o boletim médico das vítimas.

“As sobreviventes estavam apenas retidas no interior do veículo e foram socorridas. Ambas possivelmente sofreram fraturas internas, mas não tem como precisar a situação. Foi um acidente muito grave, com perda total nos dois veículos”, afirmou o subtentente Eduardo de Paula.

Uma testemunha que pediu para ter o nome preservado afirmou que segundos antes do acidente foi ultrapassada pelo Gol, que seguia em alta velocidade mesmo com a chuva. A desconfiança é que o veículo tenha aquaplanado. Peritos do IC (Instituto de Criminalística) estiveram no local e devem emitir laudo técnico sobre o acidente no prazo de 30 dias.

Com mais essa morte, Marília contabiliza 25 óbitos em decorrência de acidentes de trânsito no ano. Apesar da violência, o número representa quase a metade do registrado no mesmo período do ano passado, quando haviam ocorrido 48 mortes. Em 2012 todo, 53 pessoas perderam a vida em colisões ocorridas tanto no perímetro urbano e quanto nas rodovias que cortam a cidade.

Gol rodou, invadiu pista contrária e foi atingido transversalmente (Foto: Paulo Cansini)

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA