Número de inscritos em programas supera moradias oferecidas em Assis

Número de interessados em residências do programa foi dez vezes maior. Mais de 11 mil mora em imóveis alugados ou cedidos, segundo o IBGE.

Número de interessados foi dez vezes maior do que o de casas oferecidas (Foto: Reprodução/TV Tem)

Para o próximo sorteio do programa Minha Casa Minha Vida em Assis, o número de inscritos foi dez vezes maior do que o de casas disponíveis. Ao todo, foram 5,7 mil famílias interessadas, mas apenas 570 vão ganhar as chaves em 2014.

De acordo com dados no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de pessoas que moram em imóveis alugados ou cedidos em Assis ultrapassa os 11 mil. É o caso da dona de casa Silveli Correia, que mora com o filho e o marido em dois cômodos pequenos. Somando água luz e aluguel, as despesas com moradia passam da metade da renda familiar, que é de R$ 680 por mês.

Devido às dificuldades, a dona de casa espera ser umas das contempladas do Programa Minha Casa Minha Vida, mas o sonho da Silveli e de várias outras pessoas não está próximo já que ainda não há data definida para os sorteios. Apesar do número de moradias oferecidas não ser suficiente para sanar o déficit habitacional de Assis, para o ano que vem, várias famílias conseguirão uma casa própria no residencial Santa Clara.

Mesmo com renda inferior a R$ 1, 5 mil, Claudinei não está mais concorrendo a uma das casas do residencial. Ele não passou na triagem socioeconômica e vai continuar pagando aluguel de R$ 300, que no mês que vem vai subir para R$ 350. “É difícil e a situação está cada vez mais complicada. Nossa batalha pela casa própria já tem cinco anos”, conta o pintor.

De acordo com a secretária de Assistência Social de Assis, há a possibilidade de que novos conjuntos habitacionais possam ser construídos em breve, mas não existe previsão para o início das obras. “Já estamos com empreendedores interessados em novos loteamentos na cidade, mas não sabemos datas para que os novos programas sejam implantados, mas já há negociações”, explica Jacira Gava.

Ainda segundo a secretária de Assistência Social de Assis, em quatro anos, foram construídos três residenciais pelo programa Minha Casa Minha Vida, que totalizam 814 moradias. Ainda assim, estima-se que mais de 11 mil pessoas na cidade vivam de aluguel ou em imóveis cedidos.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA