Tenente Coronel Franco assumirá comando regional do policiamento rodoviário

O Comando Regional coordena o trabalho de centenas de policiais militares que cuidam segurança, dos usuários de 4.500 Km de rodovias estaduais.

Tenente Coronel Adilson Luís Franco Nassaro

No Diário Oficial de sábado, dia 21 de dezembro, foi publicada a movimentação do assisense Tenente Coronel Adilson Luís Franco Nassaro no Comando do 2º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (2º BPRv) com sede em Bauru. Para o Comando do 32º BPM/I, em  Assis, foi classificado o Tenente Coronel Marcelo Sanches, que vinha trabalhando no Comando de Policiamento Interior-4, de Bauru.

O 2º BPRv, Comando Regional de Policiamento Rodoviário que Franco assumirá, coordena o trabalho de centenas de policiais militares que cuidam segurança, em amplo sentido, dos usuários de 4.500 Km de rodovias estaduais que interligam 231 municípios do Centro-Oeste e Oeste paulistas, alcançando quase um terço da área do Estado de São Paulo. São quatro companhias – Bauru, Presidente Prudente, Assis e Araçatuba -, quatro grupamentos TOR e 27 bases operacionais. Além de prover segurança no trânsito rodoviário, o 2º BPRv é a Unidade Policial que mais apreende drogas no Estado de São Paulo, com dezenas de toneladas ao ano e, ainda, realiza importantes prisões, capturas de procurados pela Justiça, entre outras intervenções de polícia de segurança, zelando pela vida, pela integridade física e pela dignidade dos usuários da malha rodoviária de sua circunscrição.

Franco é o primeiro assisense a assumir o comando do 2º BPRv e manifestou-se a respeito da movimentação: “Aceitei o convite, colocando meus esforços a disposição do Comando no que for melhor para a nossa querida Instituição Polícia Militar. Recebi a notícia confirmando a classificação como um reconhecimento do trabalho que desenvolvemos na região, como uma demonstração de confiança, o que muito me honrou. Desse modo, com a graça de Deus, retorno na condição de Comandante do respeitado Batalhão Rodoviário com sede em Bauru. Pude conhecer bem o 2º BPRv (criado em 1977), pois comandei sua 3ª Companhia (Assis), como Capitão PM, de 2005 a 2009, um período muito feliz e realizador, tanto no aspecto pessoal, como acadêmico e profissional, assim o considero”.

Sobre o trabalho junto ao 32º BPM/I, nos últimos anos, Franco fez um balanço da carreira, em relato que destaca as realizações no período e agradece o apoio recebido dos policiais militares no Policiamento Territorial: “em 2009 prossegui minha carreira do 32º BPM/I (do CPI-4) em minha cidade natal. Pude comandar a 1ª Companhia (Assis), ainda como Capitão e, na sequência, desempenhar as funções de Major Coordenador Operacional, Subcomandante e Tenente-Coronel Comandante, tudo até este final de ano de 2013. Nesses anos intensos, concluí o Curso Superior de Polícia (CSP), Doutorado em Ciências Políciais de Segurança e Ordem Pública e, também, o Mestrado em História, na UNESP. Agradeço muito a minha equipe em Assis, por tudo o que juntos conquistamos no Policiamento Territorial, o policiamento ostensivo de prevenção e de repressão imediata aos infratores da lei, a essência do policiamento preventivo! Colocamos em prática a Atividade Delegada em 2013 e, já em agosto, conseguimos ampliar para 12 policiais militares ao dia (somente na cidade de Assis), em uma bem sucedida parceria (e primeira do Interior!) com a Prefeitura Municipal (ao amigo prefeito Ricardo Pinheiro, que recebeu merecidamente a Medalha Brigadeiro Tobias da PM de São Paulo, meu especial abraço e consideração). Desenvolvemos com os policiais militares do Batalhão um programa de “Operacionalidade Máxima” no segundo semestre de 2013 e alcançamos a melhor redução de furtos e roubos de veículos em todo o Estado de São Paulo nesse período (menos 39%) na região do Centro-Oeste, que foi a única com redução no Estado, mesmo com o aumento da frota). Estabilizamos o número de roubos e diminuímos o número de homicídios e também o de furtos em geral; enfim, realizamos um trabalho muito forte baseado na motivação do nosso pessoal, em ações de valorização policial-militar, muitas delas promovidas em atos públicos com grande cobertura da imprensa local. O bom entrosamento com a Polícia Civil local foi um fator importante para esse sucesso, pela continuidade dos trabalhos em nível de investigação, pelo bom relacionamento com parceiros delegados de polícia, escrivães, investigadores e demais servidores (abraço ao Dr. Newton Calasans, Delegado Seccional). Também nos aproximamos do Ministério Público, com o Poder Judiciário local e com a Polícia Militar do Paraná em inéditas ações, em uma estratégia bem sucedida que já trouxe frutos com prisões de criminosos do norte do Paraná realizadas na região. No aspecto operacional, todos os indicadores de 2013 já superam o ano de 2012: mais prisões em flagrante realizadas (média mensal de 73, com 103 presos, igualmente em média mensal, o que corresponde a um presídio lotado em seis meses…), mais abordagens policiais, mais procurados pela Justiça capturados.
Portanto, encerramos juntos o ano de 2013 com excelentes resultados no policiamento preventivo de responsabilidade do 32º BPM/I”.

Franco finalizou sua manifestação, com uma mensagem aos policiais militares da região: “As vitórias que alcançamos em Assis, na luta contra o crime, são de todos os policiais, nunca do comandante apenas, que tem o papel de coordenar o trabalho desenvolvido por equipes competentes e comprometidas com o bem comum. Prosseguem desafios, agora, junto ao Policiamento Rodoviário, mas nunca esquecerei cada um dos policiais militares que serviram comigo no Batalhão de Assis, oficiais e praças de grande valor, saibam que vocês são muito especiais e podem contar sempre com minha amizade e apreço, muito além do aspecto simplesmente profissional. Foi uma grande honra trabalhar com cada um de vocês. Ser Comandante em minha terra natal representou uma emoção indescritível. Guardarei isso para sempre! Daqui para frente, peço a Deus que me dê sabedoria para conduzir dignamente o importante trabalho desenvolvido pelo 2º BPRv, pelas mãos dos bem preparados policiais que são nossa maior riqueza! Podem esperar, de minha parte, dedicação máxima e absoluta disposição para esse trabalho no ano de 2014, junto com vocês, de dia e de noite. Sucesso a todos!”.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA