Fique conectado

Cidade

Autoridades apresentam processo de transição do Pronto Socorro para a UPA

Civap, Prefeitura, Secretaria de Saúde e Hospital Regional participaram da reunião que apresentou o processo de transição do PS ao UPA.

Publicado em

84

Realizada a reunião que apresentou o processo de transição do Pronto Socorro para a UPA

A noite de quarta-feira, 12, entrou na história de Assis com a reunião, que envolveu Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema – Civap, Secretaria Municipal de Saúde, Unidade de Pronto Atendimento – UPA e colaboradores do Pronto Socorro, com o objetivo de detalhar o processo de transição do Pronto Socorro para a UPA.

A reunião respondeu a uma grande expectativa existente, quanto à efetivação dos serviços do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e da UPA- Unidade de Pronto Atendimento, que juntas formarão a rede de atenção às urgências, incluindo a transição do PS local para uma nova e adequada estrutura.

Segundo o prefeito de Assis e presidente do Civap, Ricardo Pinheiro Santana, objetivo é melhorar o atendimento em saúde, “Esperamos que até o final do mês de abril seja efetivada a transição do Pronto Socorro para a UPA. O objetivo é oportunizar um Pronto Socorro Referenciado, sob a responsabilidade do Hospital Regional. Acreditamos que, com estas medidas iremos solucionar um problema de mais de 20 anos, que é a questão do Pronto Socorro”.

A reunião também teve o papel de promover uma acolhida aos colaboradores do Pronto Socorro, os quais são considerados atores fundamentais neste processo de transição, e que a partir dos próximos meses deverão ser integrados a uma nova estrutura administrativa, já que parte dos serviços serão executados na Unidade de Pronto Atendimento, que junto do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, será gerenciada pelo Civap.

Ricardo Pinheiro falou sobre a expectativa em promover uma grande melhora ao serviço de saúde em Assis

Durante a reunião o prefeito Ricardo Pinheiro e a vice-prefeita Dra. Lenilda Ramos falaram sobre a expectativa em promover uma grande melhora ao serviço de saúde oferecido em Assis e aos Municípios Referenciados, justificando que esta área é a grande prioridade da administração municipal. E também destacaram que o ideal em comum, de oferecer melhores serviços de saúde para a população assisense, foi fundamental na parceria política que os levou a Prefeitura de Assis.

O enfermeiro do Hospital Regional de Assis, Alessandre Cavina apresentou a estrutura e os serviços do Hospital Regional e destacou que neste processo de transição existem muitos saberes diferentes, e que, se todos souberem como utilizar estes saberes, certamente o objetivo será alcançado. A diretora do Hospital Regional de Assis, Dra Elizabete Salgado também falou durante a reunião, reafirmando a expectativa na transição e empenho por parte do Hospital em todo o processo.

A diretora executiva do Civap, Ida Franzoso de Souza fez uma breve apresentação do Consórcio para os colaboradores do Pronto Socorro e explicou como deverá funcionar a estrutura administrativa e de recursos humanos no gerenciamento do UPA e SAMU.

Coube a secretária Municipal de Saúde de Assis, Denise Fernandes Carvalho explicar mais detalhes da transição e da nova estrutura, que será organizada para os trabalhos na UPA. Denise também falou que, atualmente o investimento em saúde no município de Assis ultrapassa 25% do orçamento, índice superior ao destinado à educação, que é considerada a área que mais mobiliza recursos num orçamento municipal, fato que comprova o empenho da atual administração na garantia de melhores serviços de saúde.

Os colaboradores do Pronto Socorro receberam com satisfação as informações, principalmente sobre a estrutura que está sendo disponibilizada na Unidade de Atendimento.

A reunião foi fundamental também para que todos os envolvidos no processo de transição tivessem acesso às informações, esclarecendo todas as dúvidas sobre o assunto.

Publicidade

Cidade

Novo frigorífico da Frimesa não será em Assis (SP) e sim em Assis Chateaubriand

Notícia sobre o empreendimento viralizou nesta terça-feira (03).

Publicado em

Do AssisNews
A Frimesa está construindo o maior frigorífico da América Latina, e vai gerar 5 mil empregos diretos e até 15 mil indiretos (Foto: Reprodução/Novo Oeste)
A Frimesa está construindo o maior frigorífico da América Latina, e vai gerar 5 mil empregos diretos e até 15 mil indiretos (Foto: Reprodução/Novo Oeste)

Uma notícia de uma possível vinda de uma unidade do frigorífico Frimesa em Assis (SP) viralizou entre os assisenses nesta terça-feira (03).

No entanto, a instalação da empresa, não será em Assis (SP) e sim em Assis Chateaubriand, no Paraná e irá gerar pelo menos 5 mil vagas de emprego que serão abertas em 2020.

A coordenação do Departamento do Trabalho e Estimulo à Geração de Emprego e Renda da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, está alinhando com a diretoria de Recursos Humanos da indústria de alimentos Frimesa o recrutamento e a captação das 5 mil vagas de emprego que serão abertas em 2020 com a instalação de novas unidades frigoríficas no município de Assis Chateaubriand, Oeste paranaense.

“Estamos ajustando com empresas e representantes das Agências do Trabalhador a distribuição das vagas nas Agências do Trabalhador de Assis Chateaubriand e da região para o segundo semestre do próximo ano”, disse o chefe do Departamento do Trabalho, Eder Colaço.

Neste ano, a Secretaria colocou em prática um formato proativo de captação de vagas a serem intermediadas pelas Agências do Trabalhador de todo o Estado.

Os técnicos do Departamento Estadual do Trabalho já se reuniram, desde o início da gestão, com diversas empresas e em vários municípios com o objetivo de aumentar a oferta de vagas de empregos. “Estamos indo até as empresas e firmando novas parcerias e colocamos as Agências do Trabalhador à disposição para intermediar a seleção de pessoal, para gerar mais emprego e renda ao nosso Estado”, disse o secretário Ney Leprevost.

Como resultado desse trabalho, o Paraná liderou em outubro o ranking nacional de vagas ofertadas nas Agências do Trabalhador em relação ao número de inscritos em busca de emprego.

Segundo dados da Secretaria de Políticas Públicas de Emprego do Ministério da Economia, 15 mil vagas foram oferecidas em todo o Estado para aproximadamente 12,8 mil trabalhadores inscritos – ou seja, foi o único estado brasileiro com mais vagas abertas do que o número de trabalhadores buscando colocação no período.

Com informações do Novo Oeste.

Continue lendo

Cidade

Pedido de isenção do IPTU pode ser feito até dia 29

Saiba quem pode solicitar a isenção.

Publicado em

Assessoria
Prefeitura Municipal de Assis (Foto: Divulgação/PMA)

É grande a movimentação na Prefeitura de Assis com relação aos moradores que têm e podem pedir a isenção total ou parcial do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). A data final do pedido é até 29 de novembro.

Essa é uma forma de as pessoas com condições financeiras limitadas e uma série de outros direitos.

Pode pedir a isenção o contribuinte que possua apenas 1 imóvel e que resida nele, sendo:

– Aposentado ou pensionista

– Viúvo ou viúva

– Portador de deficiência física, mental ou doença grave

– Famílias e situação de vulnerabilidade social (sujeita a avaliação da Assistência Social)

Para viúvo ou viúva é necessária uma cópia da certidão de óbito do cônjuge.

Caso o morador possua automóvel ou motocicleta é necessário levar uma cópia do documento do veículo.

Portadores de deficiência ou doença grave devem levar uma cópia do laudo recente e declaração da entidade da qual o deficiente possui assistência. A classificação do que se enquadra em doenças graves estão descritas no artigo 4º da lei 6.402/2013.

Para o assisense que fizer o cadastro pela primeira vez será preciso levar uma certidão de registro do imóvel para isenção emitida pelo cartório de registro de imóveis.

Para todos os casos de isenção é obrigatório apresentar cópia dos seguintes documentos:

– CPF

– RG

– Três últimas contas de energia, água e telefone fixo, se tiver.

– Comprovante de renda (cópia do holerite ou cópia da carteira de trabalho ou cópia do Demonstrativo de Crédito de Benefício).

Outros documentos podem ser requisitados a critério e especificidade de cada caso pelo Departamento de Cadastro Imobiliário. Para mais informações ligue para a prefeitura: (18) 3302 3300.

 

Continue lendo

Cidade

Vereador quer programa “Castra móvel” em Assis

“Castra móvel” atuaria no castramento de cães e gatos abandonados e os animais das pessoas menos favorecidas.

Publicado em

Câmara Municipal de Assis
Vereador quer programa “Castra móvel” em Assis

Considerando a crescente quantidade de animais de pequeno porte (cães e gatos) em nossa cidade, e muitos em situação de abandono (nas ruas), e sabedor que várias cidades estão adotando o Programa “Castra Móvel” como uma das soluções para o problema citado, exemplo recente Paraguaçu Paulista, Bauru, Lençóis Paulista, Ibitinga e Brotas, o vereador Sargento Valmir Dionizio, encaminhou ao Poder Executivo um requerimento mostrando caminhos e solicitando informações sobre a possibilidade de implantar em nossa cidade um Programa nos moldes do “Castra Móvel” e questiona sobre qual a previsão para que isso ocorra.

O Centro de Zoonose de Ibitinga agora conta com um “Castra Móvel”, uma unidade móvel de castração acoplado em um trailer. A aquisição tem o objetivo de ampliar o atendimento do Programa Permanente de Castração, em Ibitinga. De acordo com o médico veterinário, o trailer possui a estrutura necessária e moderna para o procedimento cirúrgico. “Esta unidade é dividida em três salas, todas climatizadas com ar condicionado quente/frio. A primeira sala é a de recepção, onde o animal é pré-anestesiado e preparado para a cirurgia. Depois, temos a sala da cirurgia composta por equipamentos de anestesia inalatória. A terceira sala é a sala de recuperação, onde há gaiolas para o repouso e recuperação do animal”, resumiu o veterinário. Aquisição: Com mais de 22 m² de tamanho, o trailer foi adquirido por meio de convênio federal do FNS, mediante emenda parlamentar no valor total de R$ 120 mil. No último mês de abril o Centro de Zoonoses também ganhou um veículo do tipo Furgoneta, equipado para recolhimento e transporte de animais.

Bauru, Lençóis Paulista e Brotas são algumas cidades que já estão com o Projeto Castramóvel em funcionamento, sensibilizadas com a causa animal, atende solicitação da população. A carreta será usada exclusivamente para procedimentos de castração do setor de Bem-Estar Animal, da Secretaria de Meio Ambiente. Investimento de R$ 120 mil, através de verba federal do Ministério da Saúde.

O vereador Sargento Valmir finaliza dizendo: “Estou confiante de que o Prefeito de Assis vai envidar esforços no sentido de conseguir para nossa cidade esta importante ferramenta (“Castra móvel”) que vem de encontro com o anseio popular, no sentido de castrar os animais (cães e gatos) abandonados e das pessoas menos favorecidas”.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas