Centro de Equoterapia comemora Dia das mães

As mães receberam lembrancinhas e com o auxilio dos profissionais puderam andar a cavalo, experimentando um pouco das atividades.

Com o auxilio dos profissionais, as mães puderam andar a cavalo (Foto: Erica Bueno)

No dia 9 deste mês as mães dos alunos do Centro de Equoterapia “Thomaz Longuini Schincariol” foram recebidas para comemoração ao Dia das Mães, com um café da manhã e da tarde pelos funcionários e alunos, o café também contou com a presença da Secretária Municipal da Educação, Maria Amélia Artigas dos Santos.

Na ocasião as mães receberam lembrancinhas e com o auxilio dos profissionais puderam andar a cavalo, experimentando um pouco das atividades que são oferecidas aos seus filhos.

A Prefeitura de Assis, através da Secretaria Municipal da Educação e em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde, coloca em prática diariamente o Projeto, que é desenvolvido no Parque de Exposições Jorge Alves de Oliveira, a FICAR, e atende por volta de 100 pessoas, entre crianças e jovens.

Dia das mães é comemorado no Centro de Equoterapia (Foto: Erica Bueno)

A Equoterapia é um método terapêutico e educacional, que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiências e/ou necessidades especiais. São desenvolvidos os Programas de Hipoterapia (método terapêutico e educacional que utiliza os andamentos do cavalo) e Educação/Reeducação (psicólogos e psicopedagogos trabalham com dificuldades comportamentais ou de aprendizado).

Em Assis o projeto é coordenado pela Secretaria Municipal da Educação, no departamento de Educação Especial sob responsabilidade da Supervisora de Ensino Rosimeire dos Santos, juntamente com Célia Granado, pedagoga responsável pelo Centro. Este que funciona desde 2003, com 12 profissionais aos cuidados dos alunos, entre eles fonoaudiólogos, psicólogos, fisioterapeutas, educadores físicos e pedagogos. Para os alunos os benefícios são muitos, principalmente em desenvolver capacidades funcionais que permitem a independência nas atividades de vida diária.

#MAIS LIDAS DA SEMANA