Sindicato fará manifesto por mais funcionários no Santander

A mobilização está ocorrendo em todo território nacional desde o último dia 12. Os trabalhadores reivindicam redução das tarifas, fim das demissões.

Os trabalhadores reivindicam redução das tarifas, fim das demissões (Foto: Ello Assessoria)

O Sindicato dos Bancários de Assis deve protestar nesta sexta-feira, dia 23 de maio, em frente à agência do Santander do município contra a política de gestão adotada pelo atual presidente do Santander Brasil, Jesus Zabalza, que prioriza o corte de custos por meio de demissões o que leva a precarização do atendimento.

A mobilização está ocorrendo em todo território nacional desde o último dia 12. A Jornada Nacional de Luta tem o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a incoerência do modelo de gestão adotado pelo banco. “Somente nos últimos 12 meses, o Santander eliminou mais de 4800 postos de trabalho. São milhares de trabalhadores a menos, ao mesmo tempo, em que ganhou 3 milhoes de novos clientes”, enfatiza o presidente do Sindicato, Helio Paiva Matos.

Os trabalhadores reivindicam redução das tarifas, fim das demissões e imediata contratação de mais bancários. Um abaixo-assinado será colhido durante a manifestação. “No ano passado, o Santander arrecadou quase 10 bilhões de reais só com as tarifas cobradas. Com esse valor, o banco poderia contratar mais 25 mil bancários para atender melhor o cliente”, reitera.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA