Galo age como fêmea e choca seis ovos em Assis

Quatro pintinhos nasceram e seguem o galo como se fosse a mãe.
Dona da ave diz que nunca viu um galo ter uma atitude assim.

Galo choca seis ovos em sítio de Assis (Foto: Reprodução / TV TEM)

A atitude de um galo tem chamado a atenção da dona de um sítio em Assis, interior de São Paulo e de todos que vão visitá-la. A ave, que tem agido como uma fêmea, chocou seis ovos e quatro pintinhos nasceram.

A dona de casa Adelina dos Santos comprou o galo há sete meses e diz que ele ficou praticamente o tempo todo cuidando e esquentando os ovos. Ela também contou que o animal só teve essa atitude quando, um dia, ela deixou de recolher os ovos do ninho. “A gente chegava e ele ficava bravo, fazia um barulho estranho como se estivesse protegendo seus filhotes.”

Ave protege os pintinhos
(Foto: Guilherme Tavares / TV TEM)

No período de choca, que durou 21 dias, o galo da raça índio perdeu as penas debaixo do corpo, exatamente como as galinhas quando estão chocando. Ficou mais bravo e até arrepiava as penas pra proteger a ninhada, segundo Adelina, que também foi bicada na mão pelo galo. “Ele vem com unhas e dentes para proteger o filho”, brinca.

E mesmo depois dos pintinhos terem nascido, o galo continua agindo como se fosse a mãe deles. Os filhotes seguem o animal, que os protege e não deixa ninguém chegar perto.

A ave ainda procura larvas para os pintinhos e chega a carregar os filhos adotivos nas costas.  A dona da ave não se conforma. “É a galinha que faz desse jeito, mas agora é ele quem faz”, explica.

No quintal de Adelina tem mais oito galinhas e nove patos, que são usadas para consumo dos ovos e da carne. As outras galinhas também chocam ovos do mesmo jeito que o galo. Mas Adelina, que cria galinhas desde criança, não esperava que um dia veria o dono do terreiro com cuidados de mãe.  “Tenho 46 anos e nunca viu uma coisa dessas”.

Comportamento raro
O biólogo Luciano Negrão Menezes, especialista em comportamento animal, ficou surpreso com o comportamento do galo. “O comportamento normal desse galo seria fecundar várias fêmeas e não cuidar dos filhotes.”

Ele ainda diz que como ele chocou os ovos é natural que os pintinhos o reconheçam como mãe. “Os pintinhos quando nascem seguem a primeira coisa que vê, então eles seguem o galo”.

O comportamento raro e curioso fez com que o galo mamãe ficasse tão importante que escapou da panela.   “Não vou matar o único galo que eu tenho e que ainda choca. Ele vale mais”, afirma Adelina.

Pintinhos seguem galo que chocou os ovos (Foto: Guilherme Tavares / TV TEM)

#MAIS LIDAS DA SEMANA