Prefeitura aumenta em R$ 100 mil o repasse municipal para a APAE de Assis

A APAE de Assis tem aproximadamente 200 alunos, e visa atender às necessidades de habilidades específicas de cada um deles.

As Apaes de todo o país estão passando por sérias dificuldades, correndo o risco de fecharem as suas portas e suspenderem os atendimentos de extrema importância prestados às pessoas com deficiência intelectual.

Isso está acontecendo devido ao Plano Nacional de Educação, instituído pelo Governo Federal, que prevê o fim do repasse a essas entidades de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O Prefeito Ricardo Pinheiro Santana, sabendo das dificuldades da APAE após o corte de repasse do Governo Federal, solicitou da Secretaria Municipal da Assistência Social, que fosse apresentado ao Conselho Municipal de Assistência Social uma proposta de destinação parcial do recurso de R$ 100 mil, previsto no orçamento municipal de 2015.

Os conselheiros, sabendo que em Assis somente a APAE presta atendimento aos deficientes intelectuais acima de 30 an0s, resolveram por unanimidade repassar o recurso em sua totalidade, em reunião ordinária realizada no dia 11 de fevereiro.

“Em nome das famílias e dos alunos atendidos pala APAE de Assis, agradeço ao Prefeito Ricardo Pinheiro e a Secretaria Municipal da Assistência Social, esse recurso irá permitir a reorganização de algumas ações e irá nos ajudar a amenizar os problemas enfrentados e melhor planejar os atendimentos”, ressaltou José Vigilato Ruiz Cheles, Presidente da APAE de Assis.

A APAE de Assis tem aproximadamente 200 alunos, e visa atender às necessidades de habilidades específicas de cada um deles, oferecendo atividades diárias, em conjunto a um corpo docente especializado, e de uma equipe multidisciplinar composta por capacitados profissionais médicos, educadores e administrativos.

A Secretaria Municipal de Assistência Social agradece ao prefeito Ricardo Pinheiro Santana pela atenção e sensibilidade aos parceiros do Sistema Único de Assistência Social (Entidades Socioassistenciais).

#MAIS LIDAS DA SEMANA