Liga do Trauma e SAMU capacitam alunos da Medicina da Fema

Os novos integrantes passam a atuar nos plantões a partir de abril.
Treinamento visa qualifica-los para atuar nos plantões supervisionados.

Os novos integrantes passam a atuar nos plantões a partir de abril (Foto: Divulgação/FEMA)
Os novos integrantes passam a atuar nos plantões a partir de abril (Foto: Divulgação/FEMA)

No início dessa semana, teve início o trabalho de capacitação dos alunos da Medicina junto à Liga do Trauma, projeto de extensão criado por estudantes de Enfermagem da Fundação Educacional do Munícipio de Assis – Fema em parceria com o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Os novos integrantes passam a atuar nos plantões a partir de abril (Foto: Divulgação/FEMA)
Os novos integrantes passam a atuar nos plantões a partir de abril (Foto: Divulgação/FEMA)

O treinamento dos novos integrantes visa qualificá-los para, em breve, atuar nos plantões supervisionados. Desde segunda-feira, dia 28 de março, os alunos da Medicina estão passando por uma capacitação relacionada à traumas. “Trabalhamos acidentes, quedas, surtos psicóticos e como fazer o “pranchamento” e a mobilização corretos”, explica Gustavo Arruda, socorrista do SAMU de Assis.

O aluno Marcelo Benvegnú classificou como incrível o trabalho desenvolvido pelo grupo. “O treinamento é ótimo. Como futuros médicos, poder atuar em plantões será importante para nossa formação. É a Medicina in loco“.

A expectativa é de que já no mês de abril os nove estudantes de Medicina comecem a dar apoio nos plantões junto ao SAMU, como já ocorre com os 12 alunos da Enfermagem. A ideia de ampliar a liga surgiu como forma de promover a integração entre as duas graduações da área da Saúde oferecidas atualmente pela Fema.

Além dos plantões em que os alunos são colocados em situação de urgência e emergência pré-hospitalar, a Liga do Trauma também realiza palestras de capacitação e engajamento. O grupo, formado em outubro de 2015, já participou de ações em Assis, Ibirarema, Ourinhos, Palmital e Tarumã, atendendo a convites.

O treinamento dos novos componentes da liga segue na próxima semana com outros temas, como o RCP (Ressuscitação Cardio Pulmonar), popularmente chamado de parada cardíaca.

Os novos integrantes passam a atuar nos plantões a partir de abril (Foto: Divulgação/FEMA)
Os novos integrantes passam a atuar nos plantões a partir de abril (Foto: Divulgação/FEMA)

#MAIS LIDAS DA SEMANA