Após 20 anos Conjunto Habitacional tem situação regularizada

Antes, os moradores daquele local não tinham uma comprovação legal de suas propriedades.

Moradores da CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano-, Romualdo Camocardi, no Jardim Aeroporto, receberam da Prefeitura de Assis uma notícia que esperavam há mais de 20 anos: a legalização das casas financiadas pela CDHU.

Antes, os moradores daquele local não tinham uma comprovação legal de suas propriedades, o que os impossibilitava de realizar financiamentos ou vender seus imóveis, por exemplo. Assim, a administração municipal, através de uma comissão específica montada para esta finalidade e de posse de uma legislação própria que trata destes tipos de empreendimentos, realizou diversos estudos para que os moradores do Conjunto Habitacional tivessem suas situações regularizadas.

Depois de apresentados diversos projetos ao órgão consultivo, a situação foi aprovada e o Cartório de Registro de Imóveis de Assis foi autorizado a abrir uma matrícula individual para cada proprietário dos 115 imóveis do Conjunto.

“Moro aqui há mais de 20 anos, essa casa tem dado abrigo a toda minha família. Nós queríamos apenas um documento que comprovasse que a casa era nossa, e agora a gente tem”, disse Valda Maria de Souza.

Este Conjunto Habitacional existe em Assis desde 1991. Desde essa data os moradores ocupam os imóveis, porém não eram donos, apenas tinham um contrato junto a CDHU. Agora, cada morador pode registrar sua casa como sendo, realmente, a sua propriedade.

“Estou muito feliz, no começo falaram que não íamos ter escritura, e depois de 20 anos nem pensávamos mais nisso. Agora, graças ao empenho da prefeitura, está tudo correto, só temos que agradecer”, ressaltou Neusa Aparecida Viana.

#MAIS LIDAS DA SEMANA