Câmara autoriza o poder executivo a conceder áreas no CDA II

A Câmara Municipal de Assis aprovou na Sessão Ordinária do dia 11 a concessão de 23 áreas englobando o Centro de Desenvolvimento de Assis (CDA II) e a Rua Maestro Augusto Matias, em uma votação nunca vista antes pela Casa de leis pela quantidade de empresas que serão beneficiadas, trazendo mais desenvolvimento à cidade.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, comandada pelo secretário Paulo Mattioli que esteve na sessão, inclusive, acompanhando a votação, enviou à Câmara 25 pedidos de autorização de concessões de áreas, prevendo movimentar a expansão econômica do município, que resultará em cerca de 500 empregos diretos à população e a geração de receitas à cidade.

As empresas que irão receber as áreas são: Alfha Automoção Industrial e Obra Civil Eireli – EPP; Jeferson de Brito Domingos – MEI; Cristiano da Silva Borguesão – ME; A. Bachega Neto – EPP; Malv Madeiras e Transportes LTDA; Mossini Estruturas Metálicas LTDA – EPP; BAP SP Pneus LTDA; Breno Franco de Souza Filho – EPP; Gráfica & Editora Triunfal LTDA; Diógenes Nunes de Almeida Junior – ME; Thiago Comércio de Madeiras LTDA – ME; TAG – Serviços de Torno & Solda LTDA – ME; Zilda Ferreira dos Santos – EPP; Souza e Garcia Cosméticos LTDA – ME; J. L. Martins Montagens Industriais – ME; Elisangela do Vale Marcola Negrão – ME; Tecnologia em Saúde – Indústria de Alimentos Comércio e Serviços LTDA – ME; Domingos Guilherme Aizzo ME; Auto Capas Cristo Rei LTDA; Zaccarelli Produtos Alimentícios LTDA – ME; Sérgio Campos Carvalho – ME; José Rafael Marques Dias Biscoito EPP; Locadora e Transportadora Nossa Senhora Aparecida de Assis LTDA – ME. Serão votadas no dia 18, as concessões às empresas Visto Locações LTDA – ME e A. J. Lima Sepulvida – ME.

Os empresários presentes na sessão comemoraram a cada projeto aprovado, assim como os vereadores que parabenizaram a Secretaria de Desenvolvimento Econômico pela iniciativa. Contudo, os parlamentares lembraram ao poder executivo que o local carece de melhorias em sua infraestrutura e fizeram cobranças para que, nos próximos anos, o CDA possa fomentar ainda mais o desenvolvimento de Assis.

#MAIS LIDAS DA SEMANA