Fique conectado

Cidade

Casal inova em chá revelação usando química e vídeo repercute na internet

Moradores de Assis (SP) usaram solução química translúcida para divulgar para família e amigos o sexo do bebê. Durante brincadeira, líquido fica rosa e azul; vídeo teve mais de 370 mil visualizações em rede social.

Publicado em

280

Giovana e Alexandre usaram produtos químicos para revelar sexo do bebê em Assis — Foto: Arquivo pessoal

Um casal de Assis (SP) decidiu inovar no chá revelação do primeiro filho e o vídeo acabou viralizando nas redes sociais. A brincadeira que anuncia o sexo do bebê aos parentes e amigos virou moda, mas o casal Giovana Becheli e Alexandre Mazalli, que é professor de química, quis sair do comum.

Para isso, Alexandre e o amigo, também professor de química, Fernando Rodrigues, decidiram fazer uma fórmula que fosse translúcida e que em contato com um reagente mudasse de cor, para rosa, se menina, ou azul, se menino. (Veja o vídeo abaixo)

O chá revelação foi feito no dia 8 de setembro e revelou que o casal seria pai e mãe da Luísa. O vídeo foi postado em suas redes sociais e teve diversos compartilhamentos, que tiveram quase 190 visualizações no Instagram e mais de 370 mil visualizações no Twitter até a manhã desta terça-feira (29).

“Assim foi surpresa. Queríamos que fosse algo relacionado à química. Vimos vários na internet, mas ele queria um com a cor certinha”, conta Giovana Becheli.

“O princípio da química utilizado é o indicador de solução ácido base. Quando entravam em contato com a solução que a gente jogava, mudava de cor”, explica Alexandre.

Fernando era o único que sabia o sexo do bebê e preparou cinco recipientes com a solução. Dois com a cor azul e três com a cor rosa. Sendo que a cor em maioria seria o sexo do bebê.

“Todo dia tem alguém perguntando qual a fórmula que foi usada. Os produtos não são de fácil acesso com ácidos bases”, conta Giovana.

Solução química revelou sexo do bebê em Assis — Foto: Reprodução/Instagram

Amigos acertaram sexo

Ainda no chá de revelação, o casal pediu que os amigos fossem com a cor de roupa que achavam que seria o sexo do bebê. “Teve mais gente de rosa, só o Fernando que era o único que sabia e foi de camiseta branca”, brinca a assistente administrativo.

Giovana conta que tinha “certeza” que seria menino e já tinha escolhido até o nome Daniel durante a gravidez. “Para mim não fez diferença, a gente leva mais na brincadeira.”

A mamãe de primeira viagem está com 39 semanas de gravidez e a pequena Luísa deve chegar ainda nesta semana. “Estou esperando ela se manifestar, mas a previsão é para 30 de janeiro”, revela.

Casal de Assis será pai e mãe da Luísa — Foto: Giovana Becheli/Arquivo Pessoal

Cidade

Rapaz faz rifa para comprar novo aparelho auditivo a noiva que não ouve a voz do filho há mais de um ano

Enquanto aguarda na fila por novo aparelho doado por hospital, noivo de deficiente auditiva de Assis resolveu ajudar com rifa para comprar equipamento que custa R$ 10 mil. Centrinho diz que licitação foi feita e que espera aparelho chegar.

Publicado em

Do G1
Noivo faz campanha para comprar aparelho auditivo para companheira em Assis — Foto: Arquivo pessoal

Um morador de Assis (SP) cansou de ver a tristeza da noiva, que há pouco mais de um ano não consegue ouvir a voz do próprio filho, e resolveu ajudar na compra de um novo aparelho auditivo para a companheira.

Rodrigo Lemes Teodoro está com Mirela Regina Batista há dois anos e diariamente vê a dificuldade enfrentada pela companheira, que sonha em voltar a ouvir normalmente. Sem o aparelho dela, que está quebrado, Mirela só consegue se comunicar por meio da linguagem de sinais e de leitura labial.

Além da dificuldade em realizar as atividades cotidianas, sua maior preocupação é seu filho Arthur Miguel, de três anos. “O filhinho dela me falava: ‘tio, a mamãe não fala comigo'”, conta Rodrigo.

Anualmente o equipamento era trocado, porém há mais de um ano o aparelho de Mirela quebrou e após consulta em novembro de 2017, seu nome foi anexado a uma lista de espera do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (Centrinho), da Universidade de São Paulo (USP), em Bauru (SP), onde passa por acompanhamento médico, para a compra de um novo equipamento, que ainda não chegou.

E foi por isso que o rapaz resolveu fazer uma rifa, já que um aparelho novo custa R$ 10 mil.

Em nota, o Hospital Centrinho informou que a licitação e a compra foram concluídas e assim que os dispositivos forem entregues, o hospital entrará em contato com a paciente (veja nota completa abaixo).

A deficiente auditiva enfrenta dificuldade de se comunicar com o filho de três anos em Assis — Foto: Arquivo pessoal

A deficiência

A jovem de 26 anos contou ao G1 que descobriu sua deficiência auditiva quando era criança. “Meu avô percebeu minha dificuldade e minha mãe me levou para acompanhamento médico no Centrinho. Eu costumava ganhar do Centrinho, mas agora estou em uma fila, porque alegam falta de verba para a compra do equipamento”, conta Mirela.

Enquanto aguarda, ela conta a situação vivida com o filho. “Ele me chama ‘mãe, mãe’ e eu não escuto. Tenho que pedir para meu noivo me contar o que o Arthur quer. Sinto falta de conversar com ele”, lamenta Mirela.

Enquanto o aparelho fornecido pelo hospital não chega, o casal segue na venda das rifas e a previsão é de que o sorteio aconteça em abril deste ano. Para a realização da campanha, o casal contou com a ajuda de amigos e familiares.

“Um dia estávamos em casa com amigos e meus pais, e contei a situação dos aparelhos. Foi aí que decidimos fazer uma rifa para ajudá-la”, explica Rodrigo. Mil números foram disponibilizados a R$ 10. Para adquirir um numero basta entrar em contato com Rodrigo pelo telefone (18) 99630-1612.

Noivo faz rifa para comprar aparelho auditivo para companheira em Assis — Foto: Arquivo pessoal

Mirela conta que não queria precisar da campanha, mas que não tem condições financeiras de comprar. “Eu não queria a rifa porque eu tenho vergonha. Mas, como o aparelho custa quase R$10 mil e não temos esse dinheiro, eu aceitei”, relata Mirela.

Sobre a entrega do aparelho, o hospital informou que houve ocorrências que impediram a conclusão do processo licitatório e a compra do modelo de aparelho da paciente em prazo razoável. Houve ainda impedimento da entrega por parte de empresas em virtude de entraves para a importação.

Ainda segundo o Centrinho, o caso de Mirela teve a licitação e a compra concluídas e aguarda a entrega.

Noivo faz rifa para comprar aparelho auditivo para companheira — Foto: Arquivo pessoal

Continue lendo

Cidade

Usuários do transporte público reclamam de “chuva” dentro do novo terminal urbano

Parte do terminal ficou coberto por água. Cadeiras instaladas no local ficaram sob a chuva.

Publicado em

Do AssisNews
Usuários reclamam de "chuva" dentro do novo terminal urbano

Os usuários do transporte público registraram imagens da situação de como fica o novo Terminal Urbano de Transporte Coletivo de Assis (SP) quando chove.

Nesta sexta-feira (15) a chuva que atingiu a cidade deixou o terminal completamente molhado. As novas cadeiras instaladas no local, estavam sob a chuva e não puderam ser utilizadas.

Parte do espaço do local ficou coberto pela água. (Assista abaixo)

O novo espaço do Terminal Urbano de Transporte Coletivo foi inaugurado há 16 dias nas dependências da Estação Ferroviária.

Segundo a Prefeitura, o local foi adaptado para atender os usuários do transporte e dispõe de equipamentos como acomodações em coberturas e sanitários.

Continue lendo

Cidade

Departamento de Habitação passa a atender em novo endereço

Novo espaço passa a funcionar a partir de segunda-feira (18).

Publicado em

Assessoria
Departamento de Habitação passa a atender em novo endereço (Foto: Divulgação/PMA)

A Prefeitura Municipal de Assis comunica que a partir de segunda-feira (18), o Departamento de Habitação muda de endereço e passa atender ao público no prédio da Biblioteca Municipal, no Centro Cultural Dona Pimpa, localizado na Rua Dr. Luiz Pizza, 18.

Na sexta-feira, 15, o atendimento ao público fica interrompido para que funcionários do Departamento realizem adequação da nova sala, com a colocação de mobiliário e instalação de computadores.

O Departamento de Habitação atenderá de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, telefone 18 3321-6104.

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas