Fique conectado

Cidade

UPA Assis realiza parto de emergência

Esse foi o primeiro parto realizado na Unidade de Pronto Atendimento desde a sua fundação em Assis, em 2014.

Publicado em

2.237

UPA Assis realiza parto de emergência (Foto: Glaudiana Nunes)

A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Assis realizou o primeiro parto da unidade, desde seu início de funcionamento, em 2014, na madrugada desta terça-feira, (30) de janeiro de 2019. A gestante chegou de moto à UPA, já em trabalho de parto ativo, acompanhada pelo marido.

A paciente deu entrada na recepção às 00h20 e foi levada imediatamente à triagem, onde a enfermeira constatou sangramento uterino e já a encaminhou diretamente ao consultório, já que ela foi classificada como urgência e emergência. Segundo a mulher, ela estava sentindo dores desde cedo.

No consultório, a médica Dra. Lorrana de Sousa Landim Xavier, que estava de plantão na ocasião, fez o exame de toque e diagnosticou dilatação total de 10 dedos. Imediatamente, o outro médico plantonista, Dr. Rone Eder de Souza Lima, encaminhou a gestante para a sala de emergência, ao mesmo tempo que a ambulância do SAMU foi acionada. Também fazia parte do plantão daquela madrugada, e ficou atenta ao caso, a médica Dra. Berenice Umbelino Gatti.

A paciente chegou à UPA sem nenhum documento e, portanto, os procedimentos da equipe foram de cautela máxima. “Como ela não tinha a carteirinha do SUS e nem o cartão do pré-natal, não era possível saber a idade gestacional. Dessa forma, a equipe de enfermagem já foi acionada e preparou todos os materiais, como oxigênio, caso a criança não nascesse bem e precisasse de socorro”, falou a doutora Lorrana.

Vinte minutos após a entrada da gestante na UPA, o bebê nasceu. Foram feitos os testes e procedimentos normais de um hospital. Embora a Unidade não tenha a estrutura de uma maternidade, todos os procedimentos padrão para um parto foram adotados. “Uma equipe imensa trabalhou, talvez até mais médicos e enfermeiros do que se o parto fosse na maternidade”, disse a médica. Bebê e mãe receberam os primeiros cuidados, como retiramento da placenta, corte do cordão umbilical, e acolhimento adequado à criança. “Nós até desligamos o ar condicionado da sala de emergência para receber o bebê com mais acolhimento”, enfatiza a médica Lorrana.

No momento em que a equipe médica e de enfermagem terminava de acolher a paciente e o bebê, a ambulância do SAMU chegou e encaminhou ambos para a maternidade da Santa Casa de Misericórdia de Assis. A Assessoria de Comunicação da Santa Casa informa que mãe e bebê estão internados e passam bem.

Equipe Médica

Dr. Rone Eder de Souza Silva
Dra. Lorrana de Sousa Landim Xavier
Dra. Berenice Umbelino Gatti

Equipe de Enfermagem

Luis Gustavo Dionisio
Edmeia Gonçalves
Daniele Alves Pereira
Jandira Lopes
Luis Clodoaldo Kechi

Cidade

Rapaz faz rifa para comprar novo aparelho auditivo a noiva que não ouve a voz do filho há mais de um ano

Enquanto aguarda na fila por novo aparelho doado por hospital, noivo de deficiente auditiva de Assis resolveu ajudar com rifa para comprar equipamento que custa R$ 10 mil. Centrinho diz que licitação foi feita e que espera aparelho chegar.

Publicado em

Do G1
Noivo faz campanha para comprar aparelho auditivo para companheira em Assis — Foto: Arquivo pessoal

Um morador de Assis (SP) cansou de ver a tristeza da noiva, que há pouco mais de um ano não consegue ouvir a voz do próprio filho, e resolveu ajudar na compra de um novo aparelho auditivo para a companheira.

Rodrigo Lemes Teodoro está com Mirela Regina Batista há dois anos e diariamente vê a dificuldade enfrentada pela companheira, que sonha em voltar a ouvir normalmente. Sem o aparelho dela, que está quebrado, Mirela só consegue se comunicar por meio da linguagem de sinais e de leitura labial.

Além da dificuldade em realizar as atividades cotidianas, sua maior preocupação é seu filho Arthur Miguel, de três anos. “O filhinho dela me falava: ‘tio, a mamãe não fala comigo'”, conta Rodrigo.

Anualmente o equipamento era trocado, porém há mais de um ano o aparelho de Mirela quebrou e após consulta em novembro de 2017, seu nome foi anexado a uma lista de espera do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (Centrinho), da Universidade de São Paulo (USP), em Bauru (SP), onde passa por acompanhamento médico, para a compra de um novo equipamento, que ainda não chegou.

E foi por isso que o rapaz resolveu fazer uma rifa, já que um aparelho novo custa R$ 10 mil.

Em nota, o Hospital Centrinho informou que a licitação e a compra foram concluídas e assim que os dispositivos forem entregues, o hospital entrará em contato com a paciente (veja nota completa abaixo).

A deficiente auditiva enfrenta dificuldade de se comunicar com o filho de três anos em Assis — Foto: Arquivo pessoal

A deficiência

A jovem de 26 anos contou ao G1 que descobriu sua deficiência auditiva quando era criança. “Meu avô percebeu minha dificuldade e minha mãe me levou para acompanhamento médico no Centrinho. Eu costumava ganhar do Centrinho, mas agora estou em uma fila, porque alegam falta de verba para a compra do equipamento”, conta Mirela.

Enquanto aguarda, ela conta a situação vivida com o filho. “Ele me chama ‘mãe, mãe’ e eu não escuto. Tenho que pedir para meu noivo me contar o que o Arthur quer. Sinto falta de conversar com ele”, lamenta Mirela.

Enquanto o aparelho fornecido pelo hospital não chega, o casal segue na venda das rifas e a previsão é de que o sorteio aconteça em abril deste ano. Para a realização da campanha, o casal contou com a ajuda de amigos e familiares.

“Um dia estávamos em casa com amigos e meus pais, e contei a situação dos aparelhos. Foi aí que decidimos fazer uma rifa para ajudá-la”, explica Rodrigo. Mil números foram disponibilizados a R$ 10. Para adquirir um numero basta entrar em contato com Rodrigo pelo telefone (18) 99630-1612.

Noivo faz rifa para comprar aparelho auditivo para companheira em Assis — Foto: Arquivo pessoal

Mirela conta que não queria precisar da campanha, mas que não tem condições financeiras de comprar. “Eu não queria a rifa porque eu tenho vergonha. Mas, como o aparelho custa quase R$10 mil e não temos esse dinheiro, eu aceitei”, relata Mirela.

Sobre a entrega do aparelho, o hospital informou que houve ocorrências que impediram a conclusão do processo licitatório e a compra do modelo de aparelho da paciente em prazo razoável. Houve ainda impedimento da entrega por parte de empresas em virtude de entraves para a importação.

Ainda segundo o Centrinho, o caso de Mirela teve a licitação e a compra concluídas e aguarda a entrega.

Noivo faz rifa para comprar aparelho auditivo para companheira — Foto: Arquivo pessoal

Continue lendo

Cidade

Usuários do transporte público reclamam de “chuva” dentro do novo terminal urbano

Parte do terminal ficou coberto por água. Cadeiras instaladas no local ficaram sob a chuva.

Publicado em

Do AssisNews
Usuários reclamam de "chuva" dentro do novo terminal urbano

Os usuários do transporte público registraram imagens da situação de como fica o novo Terminal Urbano de Transporte Coletivo de Assis (SP) quando chove.

Nesta sexta-feira (15) a chuva que atingiu a cidade deixou o terminal completamente molhado. As novas cadeiras instaladas no local, estavam sob a chuva e não puderam ser utilizadas.

Parte do espaço do local ficou coberto pela água. (Assista abaixo)

O novo espaço do Terminal Urbano de Transporte Coletivo foi inaugurado há 16 dias nas dependências da Estação Ferroviária.

Segundo a Prefeitura, o local foi adaptado para atender os usuários do transporte e dispõe de equipamentos como acomodações em coberturas e sanitários.

Continue lendo

Cidade

Departamento de Habitação passa a atender em novo endereço

Novo espaço passa a funcionar a partir de segunda-feira (18).

Publicado em

Assessoria
Departamento de Habitação passa a atender em novo endereço (Foto: Divulgação/PMA)

A Prefeitura Municipal de Assis comunica que a partir de segunda-feira (18), o Departamento de Habitação muda de endereço e passa atender ao público no prédio da Biblioteca Municipal, no Centro Cultural Dona Pimpa, localizado na Rua Dr. Luiz Pizza, 18.

Na sexta-feira, 15, o atendimento ao público fica interrompido para que funcionários do Departamento realizem adequação da nova sala, com a colocação de mobiliário e instalação de computadores.

O Departamento de Habitação atenderá de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, telefone 18 3321-6104.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas