Advogado amplia número de cruzes em rotatória para homenagear vítimas da Covid

Karol Tedesque colocou mais 56 cruzes na Rotatória São Francisco de Assis na madrugada de segunda-feira (28). Cruzes representam mortes registradas por Covid na cidade; parentes de vítimas fazem homenagens com flores e fotos no local.

Intervenção na rotatória São Francisco em Assis (SP) agora tem 364 cruzes representando as vítimas da Covid na cidade — Foto: Karol Tedesque/ Arquivo pessoal

A intervenção na rotatória São Francisco, em Assis (SP), feita no dia 6 de junho com 308 cruzes, foi ampliada e recebeu mais 56. As 364 cruzes instaladas na praça representam as vítimas da Covid-19 na cidade, conforme o advogado Karol Tedesque, responsável pela ação.

Segundo o advogado, as cruzes são uma forma de homenagear os moradores que morreram por conta da doença desde o dia 6 de junho até o boletim divulgado pela prefeitura na sexta-feira (25). A última atualização feita por Karol foi na madrugada desta segunda-feira (28).

“As novas cruzes colocadas em madeira crua são para demonstrar a progressão de mortes pela pandemia na cidade. São 56 novas cruzes pra representar os 56 assisenses falecidos por Covid desde às 5h da manhã do dia 07 de junho até o último boletim divulgado dia 25 de junho. Ao todo 56 pessoas em 18 dias. Agora tem 364 cruzes no total.”

Nesta terça-feira, a prefeitura registrou mais seis mortes, totalizando 370.

Familiares de vítimas da Covid-19 homenageiam parentes nas cruzes de intervenção em Assis (SP) — Foto: Karol Tedesque/ Arquivo pessoal
Familiares de vítimas da Covid-19 homenageiam parentes nas cruzes de intervenção em Assis (SP) — Foto: Karol Tedesque/ Arquivo pessoal

Karol conta que a ação, além de homenagear as vítimas da Covid, tem o intuito de conscientizar sobre a importância de se prevenir contra a doença. Parentes de vítimas vêm colocando flores e fotos dos seus parentes nas cruzes, transformando o local em um memorial.

“Por enquanto não irei retirar a intervenção, muitas famílias enlutadas têm me pedido pra deixar mais algum tempo. A intervenção acabou se tornando uma grande homenagem e todos os dias recebo relatos de famílias que foram até lá deixar flores, realizar suas orações e muitas vezes ter um momento de despedida de seus entes que se foram. Já que muitos nem puderam velar seus entes queridos”, relata Karol.

O advogado informou que as cruzes serão retiradas apenas quando diminuírem os números de casos e mortes da Covid-19 em Assis. E que, para isso, vai ouvir as famílias que vem utilizando o local, já que para ele a intervenção passou a ser da cidade e dos seus moradores.

Repercussão nas redes sociais

Karol Tedesque fez uma postagem no seu perfil no Facebook no dia 7 de junho com fotos da intervenção e escreveu um texto para conscientizar sobre a gravidade da doença e o desrespeito às medidas de prevenção contra o coronavírus.

“Homenagem aos 308 assisenses que perderam a vida para o vírus Covid-19 até o dia 2 de junho, e também um apelo para que as pessoas e as autoridades busquem mais consciência de seus atos, óbvio que muitos se curaram desse vírus maldito, mas muitas famílias já foram dilaceradas e precisamos conter a disseminação dessa doença tão silenciosa, contagiante e fatal.”

Após a postagem com um texto explicando a intervenção, muitas pessoas procuraram Karol para agradecer a homenagem, inclusive pessoas que perderam familiares para a Covid-19.

“Eu recebi muito apoio de famílias que se comoveram com a intervenção tanto quanto homenagem, como no sentido de manifesto. Uma pessoa que perdeu o pai foi comigo para participar. Recebi também uma mensagem de uma mulher que perdeu o filho e que viu na ação uma forma de se despedir dele. Um DJ também fez um vídeo da rotatória que alcançou mais de 200 mil visualizações no Instagram da última vez que vi”, fala.

Apesar da repercussão positiva, muitas pessoas também expressaram descontentamento com o protesto. Isso porque, segundo Karol, ele tem uma presença ativa na cidade no combate à pandemia e defende o isolamento social.

“Eu fui tomando algumas medidas que achava viáveis, mas em Assis, ainda existe uma parcela da população que continua a negar a pandemia, algo que vem muito da elite. E recebi algumas retaliações por conta da intervenção, mas a arte quando não provoca algum tipo de desconforto, não seguiu a proposta.”

A faixa colocada na rotatória com os dizeres “A culpa também é sua!!!” foi rasgada e Karol fez outra postagem nas redes sociais.

“Não vejo uma faixa rasgada, vejo um sinal dos nossos tempos, tempos onde tentam a todo instante rasgar a constituição, rasgar a liberdade de expressão, rasgar a tolerância ”

Faixa com os dizeres "A culpa também é sua!!!" que faz parte da intervenção de Karol foi rasgada — Foto: Arquivo pessoal
Faixa com os dizeres “A culpa também é sua!!!” que faz parte da intervenção de Karol foi rasgada — Foto: Arquivo pessoal

#MAIS LIDAS DA SEMANA