Duas das 11 mudas foram furtadas na semana passada em Assis — Foto: Polícia Militar/ Divulgação

O sindicato que representa funcionários públicos de Assis (SP) protocolou uma medida judicial contra a prefeitura envolvendo vigilantes em supostas más condições de trabalho na Avenida Integração, que dá acesso à rodovia Rachid Rayes (SP-333).

A denúncia aponta que pelo menos três funcionários concursados, que fazem a segurança para evitar que as 11 mudas de palmeiras plantadas pela prefeitura sejam furtadas, estariam trabalhando sem acesso a banheiro, sem abrigo para proteção do sol e da chuva e também sem água.

Na última quinta-feira (10) a Polícia Militar recuperou duas palmeiras que haviam sido furtadas. Diante da situação, a prefeitura decidiu fazer o monitoramento do local.

A reportagem da TV TEM entrou em contato com a prefeitura de Assis que negou a denúncia. A prefeitura disse que oferece aos vigilantes um carro para locomoção e também uso de banheiros.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Alunos protestam contra supostas irregularidades em fundação alvo de CPI em Assis

A Fema é responsável pela gestão da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Assis.

Praça da V.O. terá mutirão, ‘Samba pro Zé’ e solidariedade neste sábado

“Todos serão muito bem vindos”, reforça a agremiação carnavalesca.

Assis realiza mais uma edição da tradicional Festa do Milho

Começa nesta quinta-feira (30) a 23ª Festa do Milho.

Bombeiros ensinam como evitar acidentes com gás de cozinha

O primeiro passo, muito importante é instalar o botijão corretamente.