Bombeiros ensinam como evitar acidentes com gás de cozinha após morador sofrer queimaduras por explosão (Foto: Prefeitura de Assis/Divulgação)
Bombeiros ensinam como evitar acidentes com gás de cozinha após morador sofrer queimaduras por explosão (Foto: Prefeitura de Assis/Divulgação)

O Corpo de Bombeiros informou, por meio de uma nota enviada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), algumas formas para evitar acidentes com gás de cozinha.

A equipe adotou a medida para conscientizar sobre os sinais de vazamento, após um morador de Assis (SP) ficar com o corpo 60% queimado durante uma explosão na cozinha do apartamento, no último domingo (1º).

O morador foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com queimaduras de segundo grau e levado para o Núcleo de Atendimento Referenciado do Hospital Regional de Assis. O estado de saúde dele não foi divulgado.

Segundo a nota, o fornecimento de gás das residências pode ser de duas formas: o GPL, gás liquefeito de petróleo, que chega à casa através de botijão de gás, ou o GN, gás natural, que chega à casa encanado, através das tubulações.

O gás liquefeito de petróleo é formado pela combinação de butano e propano. Ele não é venenoso, mas é inflamável e asfixiante. Para evitar acidentes, os bombeiros informaram que é muito importante instalar o botijão corretamente e ficar atento aos sinais de vazamento.

Para evitar acidentes, os bombeiros informaram que é muito importante instalar o botijão corretamente (Foto: Prefeitura de Assis/Divulgação)
Para evitar acidentes, os bombeiros informaram que é muito importante instalar o botijão corretamente (Foto: Prefeitura de Assis/Divulgação)

Para instalar o botijão, os bombeiros alertaram para alguns cuidados:

  • Adquirir botijão de GLP em revendas autorizadas. Elas representam sua segurança quanto à qualidade do produto;
  • Observe se o botijão está em boas condições;
  • Confira o prazo da validade das mangueiras e do registro do botijão de gás;
  • O botijão deve ficar sempre do lado externo da residência, em local ventilado;
  • Nunca utilize o botijão deitado.

O GPL é geralmente inodoro, ou seja, livre de qualquer cheiro. No entanto, o “cheiro de gás” é decorrente de um composto à base de enxofre, que tem como função justamente emprestar ao gás esse cheiro mais forte, a fim de sinalizar um possível vazamento. Alguns condomínios utilizam centrais de GLP, que distribuem o gás encanado.

O gás natural é um combustível fóssil que se encontra na natureza, normalmente em reservatórios profundos no subsolo, associado ou não ao petróleo.

Inodoro, incolor e de queima mais limpa que os demais combustíveis, é resultado da combinação de hidrocarbonetos gasosos. Como no GLP, é adicionado ao GN um componente odorizado para que seja facilmente identificada a ocorrência de um possível vazamento.

Alguns cuidados ao instalar o gás natural:

  • Procure um profissional certificado para o serviço;
  • Atente para aquisição de equipamentos de qualidade para instalação do GN;
  • Em caso de cheiro de gás natural, acione a concessionária responsável pelo fornecimento de gás.

Em casos de vazamento de GLP ou GN:

  • Abra todas as janelas e portas;
  • Não acione o interruptor de luz e desligue a energia elétrica da residência;
  • Não manuseie algo que possa produzir faísca, como lanterna ou aparelhos elétricos da residência;
  • Feche o registro de segurança do aparelho, no caso de GN e o registro na casa de GLP;
  • Se possível, mantenha o botijão de GLP em local ventilado e solicite a troca na revenda autorizada.

Em caso de vazamento de gás com fogo:

  • Acione imediatamente o Corpo de Bombeiros através do telefone 193;
  • Retire as pessoas do local;
  • Em caso de princípios de incêndio, utilize extintores disponíveis. O extintor de Pó Químico Seco é o mais adequado.
Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Morador da Prudenciana é preso por porte ilegal de arma

No local, a polícia militar encontrou uma espingarda calibre 32 e munições.

Assisense vence em Penápolis e avança no Paulista sub-20; VOCEM se despede

O Atlético Assisense chegou aos 17 pontos e garantiu a terceira colocação do Grupo 3.