Laudo necroscópico aponta que mulher assassinada em bar no interior de SP levou quatro facadas. (Foto: Arquivo Pessoal)

O laudo necroscópico apontou que a mulher que foi assassinada em um bar levou quatro facadas de outras duas, que são mãe e filha. O caso ocorreu na madrugada do dia 20 de abril, em um bar localizado na Vila Ribeiro, em Assis (SP).

Segundo o delegado responsável pelo caso, Marcelo Armstrong, as duas mulheres suspeitas do crime passaram por audiência de custódia e a prisão delas foi convertida em preventiva. Ambas foram indiciadas por homicídio.

Segundo o boletim de ocorrência, Jéssica Cristina da Silva Monteiro, de 30 anos, foi morta por duas mulheres, que confessaram o crime. As suspeitas tinham as roupas sujas de sangue quando foram encontradas pela polícia.

Uma delas, que foi detida na casa de uma amiga, confessou ter dado as facadas, de acordo com o registro policial. Já sua mãe, que foi encontrada na casa da família, disse que apenas tentou defender sua filha, que foi quem desferiu os golpes de faca, conforme o depoimento.

No estabelecimento em que o crime aconteceu, conhecido como Bar do Fininho, o proprietário disse que as responsáveis pelas facadas foram as duas presas. Ele disse também que teve o braço cortado ao tentar separar a vítima das supostas autoras.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Morador da Prudenciana é preso por porte ilegal de arma

No local, a polícia militar encontrou uma espingarda calibre 32 e munições.

Assisense vence em Penápolis e avança no Paulista sub-20; VOCEM se despede

O Atlético Assisense chegou aos 17 pontos e garantiu a terceira colocação do Grupo 3.