Patos foram encontrados mortos por moradores do bairro em Marília (Foto: Arquivo pessoal)

Pelo menos dez patos foram encontrados mortos pelos moradores que vivem perto da lagoa no Jardim Aquarius, na zona norte de Marília (SP). Eles chegaram a resgatar os animais nesta segunda-feira (29), mas as aves não sobreviveram.

Em fotos feitas pelos moradores, é possível ver a lagoa esverdeada, praticamente tomada por algas, o que chama bastante a atenção.

De acordo com ambientalistas, os fito plânctons, que deixam a água esverdeada, não são nocivos aos patos.

Porém, essa alga aparece em lagoas contaminadas e tiram a oxigenação da água, o que provoca a morte de peixes, mas não de aves. Neste mês, Marília registrou 300 milímetros de chuva.

Uma das hipóteses levantadas para a causa da morte é a suspeita de envenenamento, já que essa lagoa recebe água da chuva e pode ter levado agrotóxico de plantações da região. Os animais podem ter ingerido esse veneno, mas isso ainda vai ser investigado.

A Cetesb informou que recebeu na segunda (29) a denúncia dos moradores pedindo a análise da água.

Já a prefeitura, que é responsável pelo lago, afirma que a limpeza é feita no local regularmente e a última foi feita há três meses. A administração municipal também disse que vai investigar o que poder ter causado a morte dos patos.

Flagrantes feitos pelos moradores mostram os patos em meio ao lago verde em Marília — Foto: Arquivo pessoal

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Mulher é encontrada morta na zona rural de Botucatu

O corpo estava em avançado estado de decomposição e foi retirado do local pelos bombeiros.