Alguns dos pedaços de meteorito que caíram em Viñalez (Foto: Fatima Rivero/Telepinar/AFP)
Morador exibe pedaço de meteorito em Viñalez (Foto: Fatima Rivero/Telepinar/AFP)

A queda de um meteorito causou nesta sexta-feira (1º) uma forte explosão antecedida de um clarão no céu que sacudiu vários municípios da província cubana de Pinar del Río, segundo um membro do instituto estatal de astronomia.

“A explosão sentida em vários territórios da província Pinar del Río, no extremo ocidental de Cuba, poderia ser o resultado de um meteorito”, detalhou a Prensa Latina.

“Estamos na presença de um meteorito de tipo pétreo, que tem uma liga de ferro e níquel e também tem uma grande quantidade de silicato de magnésio”, disse Efrén Jaimez Salgado, do Instituto Nacional de Geofísica e Astronomia, citado pela Rádio Guamá.

Jaimez afirmou que o maior fragmento encontrado até agora é de 11 centímetros.

Alguns dos pedaços de meteorito que caíram em Viñalez (Foto: Fatima Rivero/Telepinar/AFP)

O estrondo e o clarão no céu aconteceram por volta das 14h do horário local e foram reportados por muitas pessoas em suas redes sociais. Jornalistas da Telepinar divulgaram fotografias de rochas pretas do tamanho de um punho que caíram no povoado de Viñales.

O vice-presidente do Conselho da Administração em Viñales, Osmany Moseguí, disse que não há registros de pessoas afetadas.

“Em Viñales caíram várias partículas de pedras. A maior de que temos notícia é de entre 20 e 30 centímetros, na estrada que leva ao Mural da Pré-história, uma das atrações do destino turístico pinarenho, e deixou marcas do impacto”, afirmou.

A sede em Key West do Serviço Nacional do Clima (NWS, sigla em inglês) informou via Twitter que recebeu relatos sobre um “meteorito visto no céu sobre as Florida Keys”.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Cantora de 21 anos é morta pelo marido de 79 no México

Ela tinha 21 anos e levou 3 tiros dentro de um restaurante.

Funcionário recebe R$ 1,6 mi por engano, pede demissão e foge com dinheiro

A empresa chilena tenta agora reaver o dinheiro na Justiça alegando "apropriação indevida".