Fique conectado

Mundo

Após fazerem tatuagem de henna em férias no Egito, gêmeos de 11 anos sofrem graves queimaduras

Como tratamento, o médico pediu à mãe, Vicki Hawkins, para manter os braços dos filhos hidratados por pelo menos 18 meses.

Publicado em

783

Quando chegaram ao Reino Unido, os Gêmeos sentiram bolhas em seu braço (Foto: Reprodução: Facebook )
Quando chegaram ao Reino Unido, os Gêmeos sentiram bolhas em seu braço (Foto: Reprodução: Facebook )

A britânica Vicki Hawkins pensou que suas férias no Egito seriam tranquilas, mas um incidente acabou atrapalhando seus planos. Ela ficou hospedada em um resort em Hurghad, junto com seus quatro filhos. No primeiro dia, a mãe deixou que eles fizessem tatuagens temporárias no salão de beleza do hotel. No entanto, o resultado não ficou como ela esperava.

Os gêmeos fizeram tatuagens iguais e não houve nenhum problema, enquanto estavam no Egito. Entretanto, depois que a família chegou ao Reino Unido, os gêmeos de 11 anos começaram a apresentar bolhas enormes na pele e reclamar que os braços estavam coçando muito.

Como as crianças não melhoravam, a mãe teve que levá-las ao médico. Lá, os especialistas confirmaram que reação vista na pele das crianças foi causada por queimaduras químicas.

Família estava passando férias no Egito (Foto: Reprodução: Facebook )

Família estava passando férias no Egito (Foto: Reprodução: Facebook )

Segundo informações do site Daily Mail, a tatuagem havia deixado a pele das crianças vermelha e descamada. Como tratamento, o médico pediu à mãe para manter os braços dos filhos hidratados por pelo menos 18 meses. O medo dela é que essas cicatrizes não saiam mais.

Tatuagem (Foto: Reprodução: Facebook)

Tatuagem (Foto: Reprodução: Facebook)

Vicki também relatou que seus outros dois filhos estão com sintomas parecidos com os dos gêmeos. Ela fez seu relato no Facebook para alertar os pais sobre os cuidados que se devem ter com tatuagens de henna.

Em resposta, o site em que Vicki fez as reservas comunicou que irá investigar o hotel.

Vicki Hawkins estava viajando com os quatro filhos (Foto: Reprodução: Facebook)

Vicki Hawkins estava viajando com os quatro filhos (Foto: Reprodução: Facebook)

Mundo

Sul-africana é coroada Miss Universo 2019 e fala contra o racismo

Zozibini Tunzi venceu 88 candidatas em Atlanta, nos EUA; brasileira Julia Horta esteve entre as 20 mais bonitas, mas não foi à rodada final.

Publicado em

Do G1
A Miss Universo 2019 Zozibini Tunzi, da África do Sul — Foto: Valerie Macon / AFP Photo
A Miss Universo 2019 Zozibini Tunzi, da África do Sul — Foto: Valerie Macon / AFP Photo

A sul-africana Zozibini Tunzi venceu neste domingo o Miss Universo 2019, em evento realizado em Atlanta, nos Estados Unidos, com 88 candidatas. Ao receber a coroa, fez declarações contra o preconceito, o racismo e o machismo.

“É uma honra absoluta representar, como negra e africana, a inclusão e a diversidade”.

O segundo lugar ficou com Madison Anderson, de Porto Rico, e o terceiro foi para a mexicana Sofía Aragón.

Miss Universo 2019 coroa sul-africana Zozibini Tunzi — Foto: GETTY IMAGES / AFP Photo

Miss Universo 2019 coroa sul-africana Zozibini Tunzi — Foto: GETTY IMAGES / AFP Photo

Tunzi é a terceira sul-africana a levar o título, após as vitórias de Demi-Leigh Nel-Peters (2017) e Margaret Gardiner (1978). Ela também é a primeira negra a vencer o concurso desde 2011, quando Leila Lopes, de Angola, ganhou no Brasil.

Tunzi falou sobre as dificuldades de as mulheres negras de se verem bonitas. “A sociedade foi programada durante muito tempo para não ver a beleza de maneira negra. Mas agora estamos entrando em um tempo em que finalmente as mulheres como eu podem saber que somos bonitas”.

Brasileira
A brasileira Julia Horta ficou classificada entre as 20 mais bonitas, mas não avançou até a rodada final.

Miss Brasil Julia Horta esteve entre as 20 mais bonitas no Miss Universo 2019 — Foto: GETTY IMAGES / AFP Photo

Miss Brasil Julia Horta esteve entre as 20 mais bonitas no Miss Universo 2019 — Foto: GETTY IMAGES / AFP Photo

Continue lendo

Mundo

Golpistas tentam lucrar às custas de filhote que nasceu com rabo na testa

Batizado de Narwhal, o cão foi resgatado por um centro de proteção animal que cuida de animais com necessidades especiais.

Publicado em

Da Vogue
Narwhal: Cachorrinho que possui uma pequena cauda na testa (Foto: Reprodução)
Narwhal: Cachorrinho que possui uma pequena cauda na testa (Foto: Reprodução)

A história do pequeno cão que viralizou nas redes sociais essa semana acaba de ganhar novos capitulos. Narwhal, nome que recebeu no centro de proteção animal pelo qual foi resgatado, também tem despertado o interesse de golpistas online.

De acordo com o TMZ, criminosos começaram a surgir querendo roubar dinheiro das pessoas que se sensibilizaram com o caso, e que estão dispostas a ajudar com as despesas médicas do cachorro.

Rochelle Steffen, fundadora do abrigo, conta que desde que Narwhal viralizou, o centro de proteção conseguiu monitorar centenas de contas bancárias falsas surgindo ao redor das redes sociais. Tais informações aparecem sincronizadas à campanhas no Facebook e Instagram pedindo por doações.

Para facilitar e evitar que pessoas sejam enganadas, a ‘Mac’s Mission Animal Rescue’ localizada em Jackson, Missouri – local onde Narwhal aguarda por alguém que queira adotá-lo – criou um link oficial para contribuições em sua própria página do Facebook. A campanha já conseguiu arrecadar, aproximadamente, dois mil doláres.

O filhote de cachorro que nasceu com um rabo “extra” na testa, com apenas 10 semanas de vida foi abandonado nas ruas do estado de Missouri, nos Estados Unidos. Segundo o veterinário que atendeu o cão, não é necessário remover o rabo extra, já que ele não causa qualquer dor ao animal.

Continue lendo

Mundo

Filhote de cão com rabo ‘extra’ na testa é resgatado nos EUA

O cãozinho ‘unicórnio’ foi acolhido por um centro para animais com necessidades especiais.

Publicado em

Do G1
Narwhal foi ao veterinário para checar se estava tudo bem com sua saúde — Foto: Reprodução/Facebook
Narwhal foi ao veterinário para checar se estava tudo bem com sua saúde — Foto: Reprodução/Facebook

Um filhotinho de 10 semanas com um rabo no meio da testa foi resgatado por um centro de proteção de animais no Missouri, nos Estados Unidos.

O cachorrinho foi chamado de Narwhal, uma referência ao narval, uma baleia que aparenta ter um longo chifre saindo da cabeça (na verdade, é um de seus dentes).

Um veterinário informou aos funcionários do centro que não havia “necessidade médica” de remover o rabo extra, porque ele não causa nenhuma dor ao filhotinho.

A popularidade das fotos do pequeno Narwhal no Facebook ajudou a ampliar o alcance do trabalho feito pelo centro.

Sem dor

Rochelle Steffen, que administra o Mac’s Mission, nomeou o centro de resgate em homenagem a um pit-bull terrier que resgatou há sete anos e meio.

Steffen disse à BBC News que Narwhal “não sente dor e brinca o tempo todo”.

No Facebook, Steffen contou que o pequeno Narwhal foi ao veterinário na terça-feira (12/11).

Os raios-x mostraram que seu segundo rabo, que tem um terço do tamanho do seu rabo de verdade, não está conectado a nenhum órgão interno e não tem nenhum osso — e portanto não pode ser ‘abanado’.

Raio-x de Narwhal mostra que o rabo extra não tem ossos — Foto: Reprodução/Facebook

Raio-x de Narwhal mostra que o rabo extra não tem ossos — Foto: Reprodução/Facebook

Narwhal ainda não está disponível para adoção porque os cuidadores do centro querem que ele cresça um pouco mais “para se certificar de que o rabo não será um problema”.

Steffen diz que Narwhal é um de centenas de cachorros abandonados na zona rural do Missouri.

O centro Mac’s Mission recebe os que têm necessidades especiais — deformidades, traumas, fissuras labiais, deficiências — e que normalmente seriam sacrificados.

“Nós damos uma chance a eles”, diz Steffen.

Fotos e vídeos de Narwhal na página do Facebook do centro tiveram dezenas de milhares de curtidas em menos de 24 horas.

Steffen diz que a divulgação do centro é toda feita de forma amadora, pelas redes sociais, e que a atenção que o local vem recebendo é algo “épico”.

“É épico que tantas pessoas descubram esse resgate incrível.”

Narwhal foi ao veterinário para checar se estava tudo bem com sua saúde — Foto: Reprodução/Facebook

Narwhal foi ao veterinário para checar se estava tudo bem com sua saúde — Foto: Reprodução/Facebook

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas