Outros quatro homens também foram detidos
Outros quatro homens também foram detidos

A Polícia Militar prendeu nesta segunda-feira (26), em Palmital, SP, um delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Junto com outros homens ele teria tentado cobrar o dinheiro de uma dívida da venda de uma destilaria de álcool da região.

O valor chega a quase R$ 1 milhão e não teria sido paga pelo empresário que deu a destilaria como garantia para um grupo de espanhóis. Segundo a polícia, na madrugada desta segunda-feira um grupo de pessoas contratado pelos estrangeiros esteve na destilaria e manteve quatro funcionários em cárcere privado como forma de forçar a negociação da dívida.

A Polícia Militar chegou ao local pela manhã quando os funcionários já tinham sido liberados. Cinco homens foram detidos, entre eles, dois espanhóis e o delegado de polícia do Rio de Janeiro. Com o delegado foram apreendidas duas armas de uso pessoal. Outros três homens que também teriam participado do cárcere privado fugiram.

Todos prestavam depoimento na delegacia de Palmital até o começo da noite. O delegado da cidade informou que quer saber qual o envolvimento do policial do Rio de Janeiro na ação realizada na cidade.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Bebê de 1 ano morre afogado em piscina de casa em Marília

Criança chegou a ser socorrida e levada para UPA, mas não resistiu.

Homem acusado de matar ex-genro é inocentado em Paraguaçu

A tese é de que o acusado teria agido em legitima defesa.

Mulher é presa com droga que seria enviada para Espanha

Apreensão foi feita em Santa Cruz do Rio Pardo.

Caminhoneiro é preso com cocaína escondida dentro de cilindro de ar

Ocorrência foi apresentada na Polícia Federal de Marília (SP).