Suspeitos de esquartejar grávida em Assis são presos após quatro anos

Homens teriam envolvimento com tráfico de drogas.
Crime aconteceu em março de 2008 e chocou a cidade.

Quatro anos depois do assassinato de uma mulher grávida, em Assis (SP), a polícia prendeu dois homens suspeitos de envolvimento no crime e está à procura de mais dois que também tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Foram mais de quatro anos de investigações da polícia que levaram a prisão de dois homens suspeitos de matar e esquartejar a mulher, que na época tinha 30 anos. Os suspeitos foram apresentados na delegacia da cidade nesta segunda-feira (19). Eles foram localizados e presos no final de semana.

“Foram muitas oitivas, depoimentos de testemunhas, laudos até conseguir identificar quatro suspeitos de ter cometido o crime. A partir desse reconhecimento foram decretadas as prisões e dois já foram presos e estamos fazendo buscas para localizar os outros dois”, ressalta o delegado Marcel Ito Okuma, responsável pelo caso.

O crime aconteceu em março de 2008. Pedaços do corpo da vítima foram encontrados em três pontos diferentes de Assis. Ela estava grávida, e o feto foi localizado junto à sua ossada. As investigações apontam que após esquartejar o corpo da mulher, os assassinos o mantiveram armazenado por dois meses, para depois espalhar em vários locais, na tentativa de não chamar a atenção da policia. Todos os acusados também são suspeitos de participação em tráfico de drogas.

#MAIS LIDAS DA SEMANA