Veículo, onde estavam quatro pessoas, bateu de frente com um caminhão (Foto: reprodução/TV Tem)
Bombeiros tiveram que cerrar a lataria para retirar o
motorista (Foto: reprodução/TV Tem)

Quatro pessoas ficaram feridas após um carro bater de frente com um caminhão na tarde deste sábado, 15, em Ourinhos. O acidente aconteceu a poucos metros da alça que liga a Rodovia Orlando Quagliato a BR-153.

De acordo com a polícia, o motorista de um carro com placas de Ourinhos seguia na pista sentido Marília quando perdeu o controle da direção e bateu de frente com o caminhão que transportava amido de Goias para Santos.

Ainda de acordo com as informações, a pista sentido Marília-Ourinhos precisou ser interditada e o trânsito ficou lento no local. Quatro pessoas estavam no carro no momento da batida. Três delas foram socorridas com ferimentos leves.

O motorista ficou preso às ferragens. Homens do Corpo de Bombeiros tiveram que serrar a lataria do veículo para retirar o condutor. Todas as vítimas foram levadas para a Santa Casa de Ourinhos. O motorista do caminhão não sofreu ferimentos.

Segundo ele, o motorista do carro estava em alta velocidade e invadiu a pista contrária batendo no caminhão. A polícia vai investigar as causas do acidente.

Veículo, onde estavam quatro pessoas, bateu de frente com um caminhão (Foto: reprodução/TV Tem)
Motorista do caminhão não se feriu no acidente (Foto: reprodução/TV Tem)
Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Três suspeitos de homicídio são presos em Paraguaçu Paulista

Também foram cumpridas buscas nos endereços dos investigados.

Motorista de carreta é flagrado com quase 390 quilos de drogas

Foram apreendidos 374 tabletes de drogas que totalizaram 388,3 quilos.

Bebê de 1 ano morre afogado em piscina de casa em Marília

Criança chegou a ser socorrida e levada para UPA, mas não resistiu.