Avião partiu de Maringá, com destino ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo (Foto: Reprodução/TV Tem)

Na noite deste domingo, dia 3, por volta das 20:30h, cinco pessoas morreram após a queda de um avião em Cândido Mota.

Moradores da região relataram às autoridades que viram o avião passar muito próximo das casas e em seguida ouviram um “estrondo” muito forte.

José Eduardo era neto de José Ermírio de Moraes Filho, irmão de Antônio Ermírio de Moraes. (Foto: Reprodução)

A queda foi numa área conhecida como Água do Macuco, tradicional produtora de soja e mandioca. As cinco vítimas que estavam no avião morreram, sendo José Eduardo que é neto do irmão de Antônio Ermírio de Moraes o presidente do Grupo Votorantim, Letícia Piveta Assunção, a  mãe de Letícia, Elizete, uma co-pilota e o piloto Luiz Fernado Marcondes de 58 anos.

A aeronave era do modelo King Air C-90, com capacidade para seis pessoas, e é muito usada para voos executivos.

Os bombeiros disseram que havia combustível espalhado na parte de fora da aeronave, o que pode ser sinal de que o piloto tentou esvaziar o tanque antes da queda para evitar uma explosão. Testemunhas disseram ter visto o avião sobrevoar em círculos a região momentos antes da queda.

De acordo com as primeiras informações, a aeronave partiu de Maringá(PR) e tinha como destino o aeroporto de Congonhas (SP). Ainda não se sabe o que provocou  o acidente. 

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Mulher é assassinada a facadas em bar de Assis

Outras duas mulheres, mãe e filha, foram presas em flagrante.

Homem é preso suspeito de tráfico de drogas em Assis

Homem de 23 anos já estava sendo monitorado pelos policiais civis da DISE.

Câmera flagra carro 'furando' sinal vermelho em batida contra moto

Sistema de videomonitoramento da prefeitura registrou acidente.