Queda de avião na zona rural de Cândido Mota mata cinco pessoas

Aeronave foi encontrada no meio de uma plantação de soja.
Segundo primeiras informações, avião partiu de Maringá (PR).

Na noite deste domingo, dia 3, por volta das 20:30h, cinco pessoas morreram após a queda de um avião em Cândido Mota.

Moradores da região relataram às autoridades que viram o avião passar muito próximo das casas e em seguida ouviram um “estrondo” muito forte.

José Eduardo era neto de José Ermírio de Moraes Filho, irmão de Antônio Ermírio de Moraes. (Foto: Reprodução)

A queda foi numa área conhecida como Água do Macuco, tradicional produtora de soja e mandioca. As cinco vítimas que estavam no avião morreram, sendo José Eduardo que é neto do irmão de Antônio Ermírio de Moraes o presidente do Grupo Votorantim, Letícia Piveta Assunção, a  mãe de Letícia, Elizete, uma co-pilota e o piloto Luiz Fernado Marcondes de 58 anos.

A aeronave era do modelo King Air C-90, com capacidade para seis pessoas, e é muito usada para voos executivos.

Os bombeiros disseram que havia combustível espalhado na parte de fora da aeronave, o que pode ser sinal de que o piloto tentou esvaziar o tanque antes da queda para evitar uma explosão. Testemunhas disseram ter visto o avião sobrevoar em círculos a região momentos antes da queda.

De acordo com as primeiras informações, a aeronave partiu de Maringá(PR) e tinha como destino o aeroporto de Congonhas (SP). Ainda não se sabe o que provocou  o acidente. 

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA