Polícia Militar divulga nota esclarecendo a ocorrência com morte em C.M.

O Suspeito teria tentado atropelar o Sargento e acabou atingindo uma das pernas. Foi instaurado um Inquérito que deverá apresentar o relatório sobre o caso.

Na última sexta-feira, 06 de setembro, por volta das 21h25, um jovem de 22 anos morreu após ser baleado pelo 3º Sgt PM Luiz César Honório, em Cândido Mota.

Diante da repercussão do caso e divergências nas versões, o 32º Batalhão da Polícia Militar do Interior (32º BPM/I) enviou uma nota à imprensa esclarecendo o que realmente aconteceu naquela noite.

Confira a Nota na íntegra:
“No ultimo dia 06 de setembro de 2013 por volta das 21h25min, em Cândido Mota/SP, o condutor de um automóvel (Chevette azul), não obedeceu ordem de parada de uma viatura de serviço e empreendeu fuga por várias ruas da cidade colocando em risco a vida de muitos pedestres e, inclusive, usuários de um posto de combustíveis da cidade quando cruzou pátio do estabelecimento em alta velocidade.

O acompanhamento terminou na passagem da linha férrea existente na rua Augusto Gozzi no centro de Cândido Mota, quando o motorista colidiu com um obstáculo que impedia a transposição da linha e, após dar marcha ré e manobrar o veículo, avançou conta o 3º Sgt PM Luiz César Honório, atingindo-o em uma das pernas. O Sargento efetuou disparos de arma de fogo que impactaram o veículo e o condutor. O resgate foi acionado para socorrer o motorista, porém ele não resistiu aos ferimentos e faleceu no Pronto Socorro Municipal.

No interior do veículo foi encontrada quantidade e variedade de drogas que indicam a provável prática do tráfico, além de latas de cerveja vazias. O passageiro do veículo, menor de idade que se entregou no momento da colisão, confirmou que ambos estavam sob efeito de drogas e também confirmou o fato de que o motorista deslocou o veículo em alta velocidade na direção do policial militar que já se encontrava a pé, em abordagem policial.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia da cidade e também foi instaurado um Inquérito Policial Militar que, após a colheita de todas as provas testemunhais e periciais referentes aos fatos, apresentará minucioso relatório com as conclusões finais sobre o episódio.”

Rapaz teria tentado atropelar um sargento da PM durante uma abordagem (Foto: Ramon Bastos)

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA